Cris Chabes Humor

Ver o filho jogar futebol....Ai meu Deus!

sábado, abril 02, 2011Cris Chabes

Como já mencionei em outro post o Rafael era ligado no 220W e para suprir tanta energia eu matriculei ele no judô, na natação e no futebol.
Ele jogou futebol durante muito tempo e adorava participar dos campeonatos. Não era o craque do time, mas para mim isso não importava. Vê-lo em campo já era motivo de orgulho e de satisfação. Mãe é mãe!
Lembro-me de um treinador que ele teve na escola. O cara era bom no que fazia, mas seu modo de incentivar a garotada era: “vai lá, não para não, corre, você tá mole hoje, vai começar o jogo ou vai ficar dançando no campo, passa a bola, olha pro lado, chuta vai chuta logo …..” tudo no grito, mas gritooooooooooooo mesmo!
Meu marido dizia que isso era normal em jogo e que todo técnico era assim, mas eu como mãe não queria ninguém gritando com meu filho. Achava aquilo o fim.
O Rafael não ligava, falava que o treinador não estava brigando, mas encorajando a turma a jogar.
Até hoje quando assisto a alguma partida na televisão acho muito estranho o técnico se estressar tanto. As vezes dou risada da cena, mas…
Lembro-me de um jogo em que um pai de um garoto ficava o tempo todo gritando para turma passar a bola pro filho dele e falava que só tinha perneta em campo. Isso me dava uma raiva…
Uma vez, o Rafael foi disputar a bola com outro garoto e tomou um chute na canela. Fratura na hora. Saiu do campo direto para o hospital. Ficou 50 dias com gesso e tendo que usar muleta.

Pensei….ultimo jogo! Que nada!….Assim que teve alta médica começou a treinar novamente. Aí desisti de assistir as partidas e deixava somente meu marido ir junto.
Ele não virou um ídolo famoso do futebol mundial…rsrsr….mas tem muita história para contar no futuro para seus filhos.

VEJA MAIS POSTAGENS

6 comentários

  1. Ai Cris, delícia de história.
    Fiquei imaginando cada cena.
    Eu acho que vou ficar muito tensa qdo JM começar as fases de futebol.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Só de ler seu post, já fico preoucupada!!!Ai meu Deus!!! Bjos

    ResponderExcluir
  3. Oi Cris!
    Eu tenho uma menina, mas ela gosta de correr e jogar bola...rsrsrs. Esses dias fui na escola e cheguei mais cedo pra comprar uma camiseta de uniforme para ela. Sem que ela me visse fiquei observando ela brincar no pátio. Entendi o porquê que ela vem pra casa com a camiseta tão suja, ela brinca muito com os meninos, corre o tempo todo, joga bola, se deita no chão, enfim...rsrsrs.
    Fiquei aflita só em olhar a cena, com medo que caísse, de tanto que corria...rsrs...mas ao mesmo tempo fiquei muito feliz em vê-la brincando tão alegre. Não a chamei, deixe que brincasse. Depois de tempo ela me viu, então veio correndo me abraçar.
    Se ela fosse menino e ligado no 220 como o teu Rafael, confesso que ficaria muuuito preocupada em vê-lo jogando...rsrsrs.
    Adorei o relato.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  4. Olá Cida, vc me fez lembrar de quando o Marcelo era pequeno e eu não gostava de vê-lo com a roupa suja, então ficava sempre trocando. Dai eu voltei a trabalhar e ele ficava com uma cunhada que tinha um quintal (metade cimento, metade terra) e ele brincava muito lá.
    Assim, quando o Rafael nasceu eu fiz diferente (ele já era ligadão mesmo) e deixava ele brincar bastante, afinal a infância passa muito rápido.
    Vc é ótima mãe e sua filhota vai se lembrar desses momentos com muito carinho.
    Beijocas
    P.S. O Marcelo adorou seu comentário ele me mandou um email.
    Cris

    ResponderExcluir
  5. É verdade Cris, a infânci passa voando, se a gente não deixa eles brincarem a vontade, depois isso vai fazer falta.

    Conheci um jovem que no auge dos seus 28 anos ele amava tudo que era brincadeira de criança. Soube depois que ele não teve infância, o pai morreu muito cedo e ele e os irmãos tiveram que trabalhar pra ajudar nas despesas. Ele então com quase 30 anos e agora podendo, tirava muitas tardes para ir pra rua jogar bola e soltar pipa com a meninada. A esposa dele que não gostava muito disso...rsrsrs.

    Manda um beijo pro Marcelo.
    Beijinhos e uma boa semana pra vocês!

    ResponderExcluir
  6. Lê - Dilemas de uma mãe sem manual!4 de abril de 2011 14:06

    Linda! Fiquei emocionada.... Bjo

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!