choro cólicas

Cólicas no bebê - Choro na mãe!

sábado, agosto 27, 2011Cris Chabes

Ontem liguei para minha amiga Claúdia para saber notícias suas e da filha que acaba de nascer, a Raphaela! 
"-Agora ela está bem, Cris, mas ontem ela chorou muito com cólicas," Meu Deus......Cólicas .....

Como sempre, voltei no tempo, pois meus "bebês" estão com 26 e 20 aninhos, e recordei os momentos difíceis de choro e dor quando eles tinham cólicas. O sentimento da mãe nesta hora é.....Meu Deus, por que com eles!

Mas afinal, por que os bebês sofrem com cólicas?????? 

De acordo com a especialista MoniKa Wernet, coordenadora do curso de especialização em enfermagem e neonatologia do Centro Universitário São Camilo "A cólica do bebê é comum e esperada, afinal seu sistma digestivo ainda é imaturo" Segundo ela "As mães devem ter paciência e aguardar que o problema passe naturalmente, servindo-se de recursos naturais para aliviar a dor da criança".

Ok! Mas para quem é mãe e passa por esse problema, sabe muito bem como é difícil ter paciência nesta hora, e sua vontade é de socorrer o filho de qualquer forma. Mas o que fazer??


Segundo o artigo publicado "O período mais crítico para as cólicas nos bebês ocorre entre os primeiros 15 e os 90 dias de vida."O bebê quando chora por cólica normalmente enruga a testinha, treme o lábio, mantém os olhos cerrados e tem o abdômen distendido". Conforme a especialista, há recursos naturais, e eficazes, que devem ser adotados. O primeiro deles é a mãe colocar a criança deitada de bruços sobre seu próprio corpo. "Além de propiciar um momento de proximidade entre mãe e bebê, nesta posição a barriga da criança é comprimida e a própria respiração materna faz um suave movimento no abdômen do recém-nascido facilitando a liberação dos gases, causadores do problema".A ginástica de esticar e encolher as perninhas e as massagens no abdômen também são recomendáveis porque ajudam a eliminar os gases. Estas ações, que não têm qualquer efeito colateral, são altamente eficazes na solução do problema, mas muitas mães acabam optando por chás, produtos fitoterápicos ou mesmo medicamentos, por não terem paciência para aguardar os resultados. Na verdade, chás e produtos fitoterápicos, como a funchicória, planta muito doce, apenas desviam a atenção do bebê para o paladar. Passado o gosto, ele volta a chorar. Diversos medicamentos têm sido utilizados para aliviar as cólicas dos bebês, como antiespasmódicos e simeticona. Trata-se de um problema natural que vai desaparecendo à medida que o organismo da criança vai regularizando seu mecanismo de funcionamento".

O artigo na integra encontra-se no site Alôbebê. Mas vale um lembrete a todas as mamães e papais que estão enfrentando esse problema no momento: Consulte o pediatra e siga suas orientações,  os conselhos das vovós são fundamentais pois elas já viveram esse problema também, mas para tranquiliza-los  sei que essa fase é difícil, mas ela passa.



Um Abraço
Cris Chabes

VEJA MAIS POSTAGENS

4 comentários

  1. Meus bebês não tiveram cólicas, mas imagino que seja um grande sofrimento para a mãe... Eu amamementei ambos, e parece-me que isso é uma forma de proteção, fica a dica.
    Bj
    Adri

    ResponderExcluir
  2. Oi Cris!
    Minha filha teve muuuitas cólicas. Durante os 3 primeiros meses ela sentia dores às 9:00hs da manhã, 15:00hs e 20:00hs...tinha horário marcado até...rsrsrs. Ela sofreu, eu sofri, mas passou. Eu amamentava e cuidava com tudo o que comia, mas mesmo assim ela sentia muitas cólicas.
    Quando passou esse período parecia que eu tinha outro bebê em casa...rsrs.
    Uma vez achamos que era uma outra dor, pois a menina berrava e muuito. Chegamos no pronto atendimento do hospital e nós que tivemos uma consulta...rsrs... o pediatra de plantão a examinou, viu que era cólica mesmo e nos tranquilizou. Ele falou que era assim mesmo, que continuássemos fazendo o que o pediatra dela já havia indicado e que o negócio era esperar. Se nós ficássemos nervosos aí que seria pior.
    Fomos pra casa tranquilos e depois daquela consulta aprendemos a não cair no desespero na hora da cólica. Eu chorei muitas vezes de peninha dela, mas enfim um dia passou.
    Beijinhos... ótimo post!

    ResponderExcluir
  3. Deus me livre Cris... Nõ gosto nem de lembrar... Quanto sofrimento...
    A minha pequena sofre até hoje com o intestino preso... Também é uma barra...
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  4. Amiga, o Daniel tbm teve muitas cólicas, duraram exatos 3 meses...mas pareceu uma eternidade, noites inteiras sem dormir...ui!
    Não sabia que a funchicória e os chás apenas desviam a atenção para o paladar, eu achava que eles realmente agiam aliviando a dor...vivendo e aprendendo!
    Gostei muito do post.
    Beijos amiga!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!