casamento Mamãe Nádia

Como está o seu casamento? Parte 2

segunda-feira, outubro 10, 2011Recanto das Mamães Blogueiras



Olá queridos, vamos falar mais um pouco sobre o nosso casamento? Vamos refletir sobre como melhorar o nosso relacionamento nessa semana que está se iniciando agora? Então senta aqui no nosso Recanto, pega um chimarrão (?) e vamos conversar!

No último post, deixei algumas diquinhas pra dar um "up" no casamento, vocês fizeram? Deu certo?
Eu também pedi que vocês dessem opinião sobre que assuntos tratar dentro desse tema, e o que vocês pediram foi:

- Sobre o perdão no casamento;
- Sogra possessiva com o filho;
- Falta de relação sexual;

Resumindo, acho que foi isso o que vocês escreveram por lá, nos comentários, né?
Então hoje vamos falar sobre o perdão no casamento.



E vamos falar sobre esse assunto, sem pesquisar a opinião de "especialistas" no google, e colar algumas matérias por aqui. Não, vamos conversar sobre isso conforme o que nós vivenciamos em nossa vida, quem é melhor especialista sobre casamento do que quem vive num casamento?

...

Todo o casal já teve brigas feias, duvido haver um casal que NUNCA teve uma briga se quer! É comum haver divergências quando convivemos diariamente com uma pessoa que foi criada totalmente diferente de nós.
Quem tem irmão sabe, que essa relação de conviver todo o dia com alguém gera brigas. Todos os irmãos brigam, por mais que tenham laços profundos (de sangue), e por quê? Porque é difícil conviver com uma personalidade diferente da nossa! Então se a gente briga com irmão, com pai, com mãe, com amigos...é normal então brigar com o cônjuge também! Ele veio de outra família, ele tem uma personalidade bem diferente da nossa, e de repente faz parte da nossa vida e temos que nos conformar com seus costumes e manias!

Aqui em casa somos super diferentes, o Tiago e eu. Ele é elétrico, não pára quieto um segundo, é ligado no 220! E eu sou mais parada...devagar...quase parando...hahaha!! E isso causa muitas brigas entre nós, ele quer que eu faça as coisas, e leve a vida, do jeito que ele leva...fazendo tudo super rápido, e ficando ansiosa com as coisas...Mas eu não sou assim! E não consigo ser assim!! E quando a gente briga, ele é paciente, e sempre pensa antes de falar. E eu? Sou estourada, saio cuspindo palavras ríspidas que ferem ele, e nunca penso antes de falar. Ele fica muito magoado, e eu fico arrependida depois. Ás vezes a briga iniciou por uma coisinha tão insignificante, mas as palavras que eu proferi magoaram o coração do Tiago profundamente...




E o que resta fazer? Pedir perdão e ser perdoada. Nada além disso.

Meus amigos, o casamento é um relacionamento que deve, ou deveria ser, para a vida toda! Mas quando temos uma briga feia, e vamos nos ofendendo mais e mais, ficamos tão feridos, tão magoados, que não queremos mais viver com aquela pessoa...não nos sentimos amados mais, e achamos que a única solução é a separação. Mas quem quer assumir o compromisso que fez no dia do casamento, de ficar com aquela pessoa tanto nos momentos ruins como nos bons, sabe que a solução para isso é perdoar e seguir em frente!




Eu e o Tiago, após 7 anos de casados, e após inúmeras brigas, decidimos dar um jeito nisso. Tivemos uma conversa definitiva há 1 ano atrás, após uma crise, e colocamos um fim nessa história de apelar pra separação. Quando brigávamos eu sempre jogava na cara dele que iria me separar, grande imaturidade da minha parte, falava isso só por falar! Então sentamos, choramos, conversamos, e vimos que não queríamos nos separar jamais, por mais feia que seja a briga, não queremos acabar com a nossa história, acabar com o nosso amor, e o que é pior: acabar com a nossa família.


E como cristãos, assumimos que nosso casamento é sagrado perante Deus, e não podemos terminar com ele assim. Então combinamos que O DIVÓRCIO NÃO É UMA OPÇÃO PARA NÓS. Ele não deve nem ser cogitado. A separação não é uma alternativa para os nossos problemas. Quando decidimos isso, ficamos muito mais leves, e as brigas foram tomando outro rumo...

Quando brigamos, hoje em dia, o que errou sempre pede perdão, e o outro perdoa. Não há outra saída, não é mesmo? Se não perdoarmos, como iremos conviver pro resto de nossas vidas?

E é fácil perdoar? NÃO!!


Somos humanos, e não conseguimos fazer isso facilmente!

O perdão é um dom de Deus, que só através dEle conseguimos obter!

Lembrem-se que perdoar não é esquecer o que aconteceu, e sim seguir adiante, sem ficar mencionando e se preocupando por aquilo.

Aconteceu algo grave? Seu marido te traiu? Seu marido te ofendeu muito? Seu marido te agrediu verbalmente muitas vezes, e você já não se sente mais respeitada por ele?

Isso é grave, né? Muito grave!




Isso não tem perdão?
Existe algo tão grave que não possa ser perdoado?
E se foi você que errou? E se foi você que traiu? E se foi você que agrediu? Você espera ser perdoada(o)?

Eu acredito que há perdão para tudo sim.

Quando meu marido erra, e eu fico brava, eu páro e penso que eu já fiz coisas muito piores pra ele. Se ele gritou comigo, e me humilhou, eu páro e penso nas inúmeras vezes que fiz o mesmo pra ele, e ele me perdoou.


E se o seu marido te traiu, e você jamais trairia ele?Isso só Deus pra te dar forças de perdoar! Mas faça duas perguntas: como está o seu casamento, pro seu marido querer ter felicidade em outro lugar? Ele está sendo infeliz com você? Por quê? Há algo que você possa fazer pra melhorar? A outra pergunta: você jamais sentiria tentação de "pular a cerca" sendo que o casamento tá tão ruim? Se vocês andam se tratando mal desse jeito, e viesse outra pessoa cheia de amor pra dar pra você, você não cairia em tentação também? Ou você tem super poderes pra enfrentar essas coisas?

Nessas horas temos que pensar que todos somos iguais, somos fracos, e podemos cometer os mesmos erros, e por isso temos que perdoar. Por que se fosse conosco gostaríamos de ser perdoados, né?

Bom, tudo isso que eu falei foi com base no plano de Deus para nós. Se alguma pessoa aqui leu isso e não acredita em Deus, então está tudo perdido e tudo  o que eu falei não passa de besteira. Por que esse perdão que estou falando não é pra qualquer um. É um dom de Deus, e para você receber isso, precisa crer nEle. Sem Deus no meio de tudo isso, você será incapaz de perdoar. Sem Deus, meus amigos, o casamento é essa coisa de novela, que acaba na primeira briga, e se torna algo "descartável", que você joga fora e consegue outro rapidinho.

Vamos pensar sobre isso nessa segunda-feira.

Que tal perdoar seu marido ou esposa, e ter uma semana de paz?



Pra fazer isso é muito fácil, não precisa sentar e discutir a relação por uma hora. É só seguir esses passos tão simples:

1. Ore. Peça pra Deus te conceder o dom de perdoar;

2. Chegue pra ele (ou ela) e diga essas 3 palavrinhas: EU TE PERDÔO;

3. Pare de pensar no que passou e siga adiante. Não trate ele diferente. Trate com amor, e aguarde que você será tratado assim também;

E depois de tudo isso, nada melhor para selar "as pazes" do casal do que a relação sexual. Que foi? Não é brincadeira não! A relação sexual é algo muito importante e prazeroso que Deus criou para os casais, e deve SIM ser muito bem desfrutado no casamento.



E por quê não podemos falar sobre isso, se somos todos casados, por aqui? Pois vamos falar sim, no próximo post! Aguardem!
Um beijo e até a próxima!
Mamãe Nádia.

VEJA MAIS POSTAGENS

7 comentários

  1. Acabei de ler seu post e estou aqui refletindo, realmente seu blog me ajuda (bastante) a refletir.

    Beijos e obrigada por toda ajuda

    ResponderExcluir
  2. ameiiiiiiiiiiii, post lindo, explicativo e faz agente pensar um pouco...as fotos barbarassssssss
    bjussss

    ResponderExcluir
  3. Muito boa as sua considerçoes. este dias vi um filem que o novo namorado dizia ao ver a namorada brigar com o ex: Se agente brigasse assim com estes olhos agente teria amor..., tem que brigar e mudar, perdoar... cris

    ResponderExcluir
  4. É verdade, Nádia.
    Para termos filhos felizes, precisamos de um bom relacionamento com nossos pares.
    Excelente matéria!
    Tenha boa semana. Deseja a
    Celina

    ResponderExcluir
  5. Nádia, ficou ótimo o teu texto.
    Precisamos lutar pelo nosso casamento, pelos nossos lares, pela nossa família. O perdão é essencial pra isso.
    Um beijo bem carinhoso e deixe Deus te usar cada vez mais.

    ResponderExcluir
  6. Uma conhecida minha foi casada por 3 anos e, começou a apanhar do marido. Ele arrumou uma amante,e sem motivo batia na esposa, neste caso tenho uma pergunta: esta conhecida é cristã, e, deveria continuar sofrendo as agressões do marido só porque o divórcio não é uma opção para cristãos? Houve uma ocasião em que o ex marido agressor entrou em casa, se escondeu atrás da porta e quando ela chegou do trabalho ele a agrediu covardemente e totalmente sem motivo já que, estava chegando em casa naquele momento e acreditava estar sozinha em casa. Deveria ela então continuar nesta "vida" só porque o divórcio não é uma opção? Graças a Deus, esta pessoa se divorciou do agressor. Não porque queria uma alternativa mais fácil para a solução dos problemas dela mas porque ela optou por viver uma vida digna, sem agressões, seria ela então fraca? Menos cristã? Ela perdoou sim o ex marido que a espancava mas, optou por não correr o risco de apanhar novamente. Então, qual a opinião de vocês sobre isto?

    ResponderExcluir
  7. Ai pelo amor de Deus né "dadoponto", é óbvio que em caso de agressão tem sim que haver separação,nós não estamos falando sobre isso aqui. É incrível você vir aqui e fazer essa pergunta!! É tão difícil de entender que o meu texto não estava falando sobre esse tipo de agressão? Estava falando sobre as brigas do dia a dia, as agressões verbais que fazemos uns aos outros, deu pra entender? É muita ignorância sair falando mal dos cristãos pq não tem o divórcio como opção numa hora dessas! E eu não disse que o divórcio não pode ser uma opção pra TODOS OS CASAIS, eu disse que o divórcio não é uma opção para mim, eu contei o meu relato apenas. Enfim, espero que vc não tenha sido o anônimo que veio chingar antes, e espero de coração que não seja você a pessoa a ser agredida, pois pela forma que se expressou deu pra notar que a pessoa "conhecida" que passou por tudo isso é você. Espero que Deus te cuide, que Deus te ajude a esquecer o que passou, e que quem sabe um dia te envie uma pessoa melhor para você desfrutar de um bom casamento.
    Um beijo da Nádia.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!