casamento cuide-se

Como está a relação sexual no seu casamento?

segunda-feira, outubro 24, 2011Recanto das Mamães Blogueiras

Por Mamãe Nádia- www.mamaenadia.blogspot.com






Oi pessoal, mais uma quinzena se inicia e voltou o momento de refletirmos e aprendermos mais sobre como melhorar o nosso casamento. O assunto de hoje, como vocês pediram, e como eu prometi, é sobre relação sexual. E mais uma vez eu afirmo, que não trouxemos aqui textos de sexólogos e especialistas científicos na área, estarei expondo apenas a minha opinião, oprinião de uma pessoa que é casada, que vive o que está falando, que entende do assunto através da experiência, e de algumas leituras sobre o tema. E hoje vou falar sobre esse assunto que muitos acharão polêmico, mas que é tão importante, tão essencial no casamento, e que acredito que os casais não deveriam ter nenhum tabu em falar. Por quê nos sentimos à vontade falando sobre isso com especialistas, usando termos científicos, e entre nós, praticantes, não temos coragem de falar? Pois então, é hoje que pego vocês de jeito!!!




...

Mas antes de entrar no assunto em questão, me permitam esclarecer algo que ficou meio chato no meu último post, que era sobre o perdão. Um anônimo e uma outra pessoa criticaram muito a minha visão sobre o tema. Questionaram muito quando eu falei que o perdão é um dom que vem de Deus, que não existe erro tão grande que não possa ser perdoado, etc. Ok, quando uma pessoa que não é especialista decide abrir o coração e falar o que pensa, está dando a cara a tapas, não é verdade? Então é normal ser mal interpretado e receber vaias e tomatadas. Mas não vou desistir de falar sobre casamento, vou continuar me arriscando pois sei que de alguma forma poderei estar ajudando alguém, através disso aqui, e é esse o meu desejo. Não estou aqui pra criticar quem se divorciou, não estou aqui pra cutucar a ferida de quem se magoa muito quando o assunto é casamento e saber perdoar. E muito menos estou aqui pra dizer que sou expert no assunto, que sou uma esposa perfeita e que tenho um casamento perfeito. Pelo contrário, tenho até me exposto aqui, contando sobre a minha vida, pra tentar mostrar que todos nós temos problemas sim. Mas sim, eu tenho um casamento feliz, por trás de tantas brigas e problemas. Sim, eu amo demais o meu marido, e não vejo o divórcio como uma opção PARA NÓS. E desejo o mesmo para todos vocês. Que possamos aqui nos ajudar a melhorar esse relacionamento que é tão importante. Pronto? Página virada? Agora vamos seguir adiante...

...




SEXO: você tem feito isso???

O quê? Você já esqueceu como é fazer isso bem feito?

Desde que seu filho nasceu sua vida sexual praticamente acabou?

Vocês vivem tão esgotados que não têm nem ânimo pra praticar?

Você já não sente nem vontade de fazer isso? Tem preguiça até de começar?

Ou você morre de vontade, mas seu parceiro nega, nem demonstra vontade?

Realmente isso é um problema MUITO grave, por mais que 80% das pessoas que estiverem lendo respondam "sim" às perguntas acima. Não gente, não é normal ficar sem sexo no casamento. É no casamento que o sexo tem que ser praticado! Desde quando a coisa virou de ponta cabeça? Desde quando a galerinha de 14, 15 anos fazem isso mais do que o pessoal casado? Não!!! Não espalhem essa doença por aí! Não aceitem o que a sociedade tem pregado, de que depois que você casa, deixa de fazer sexo. Não apóie as piadinhas que o pessoal faz sobre o casamento, nos "Stand Up´s" dos Rafinhas Bastos da vida... Você quer seguir isso? Tudo bem, então assuma que seu casamento morreu. Você quer dar uma chance pro seu casamento? Esqueça essas piadas, esqueça a influência da mídia, e tente recuperar, aqui comigo, o verdadeiro sentido do casamento.



E sabe qual é a base do casamento? É o sexo! E vocês não têm feito?? Então a coisa não vai ir bem, mesmo!! Mas o sexo do casamento, não é, mais uma vez, o sexo que a SOCIEDADE e a MÍDIA tem mostrado. Não é aquela coisa de suprir as SUAS necessidades, aquela coisa de saciar o seu lado "animal". Tsc tsc, não somos animais, por favor, lembrem disso! A diferença da copulação dos animais com o nosso sexo, é bem simples: o amor envolvido no meio disso tudo. 
E eu sinto que vou levar alguns dias pra escrever sobre isso, só nesse post não vou conseguir...Porque a coisa tá tão embaralhada nas nossas cabeças, que é tão difícil desembaralhar, né? Estamos acostumados a ver as pessoas saindo na noite, pra "caçar" e conseguir alguém que sirva pra fazer sexo por uma noite, e saciar aquela vontade louca que você não tá conseguindo controlar...Onde tem amor, nisso? No sexo de uma noite apenas? E eu não consigo nem entender, como o pessoal consegue ficar excitado com uma pessoa estranha ali...ah, esqueci...tem muita bebida envolvida, pra coisa rolar, né?

Gente, por favor, tirem tudo isso das suas cabecinhas lindas!!! Esqueçam esse tipo de sexo. Não é assim que é pra ser, no casamento! Não é pra ser essa coisa de "eu preciso", ou essa coisa louca que a gente vê nos filmes românticos e fica se lamentando por não ter igual...

E sabe como é pra ser no casamento?
Com amor.


Amor não é paixão.
A paixão acaba após alguns anos (ou meses) de casamento. Aceite isso. Lide com isso. É a verdade e vai acontecer pra você também.
E amor é MELHOR que paixão.

É sim, tenha certeza!
Mas amor também precisa ser estimulado, trabalhado, e precisa até ser aprendido...
Você pode estar abafando o amor que você sente por seu parceiro, ao ficar  sem dedicar tempo para estar à sós com ele.
Se os filhos de vocês vão dormir à meia-noite, e ainda dormem na mesma cama que vocês, oh god!! Como é que a vida sexual não vai acabar, né?

Me desculpe os que apóiam a nova onda da cama compartilhada, eu respeito vocês, mas eu tenho medo que isso venha a prejudicar os casamentos! Eu também fiz isso, já deixei meus filhos dormirem um bom tempo nas nossas camas, e eu não sou ignorante, sei que a gente não deixa de fazer sexo porcausa disso, afinal quando é pra coisa acontecer damos um jeito, né? Mas eu realmente percebi que isso não é saudável, nem pras crianças! Uma vez ou outra, tudo bem! Ele está doentinho? Você viajou e estão todos morrendo de saudades? Que amor, tudo bem dormirem juntos! Mas agora, todos os dias? A criança nem usa a cama dela? Isso pode até prejudicar a criança. Isso vai trazer sofrimento depois, quando ela estiver maior, e você quiser acostumá-la a dormir na cama dela. E o sexo? Não é bem melhor quando é feito na cama, confortável,  onde você pode ficar um bom tempo lá, brincando, e depois ainda podem dormir abraçadinhos, do jeitinho que terminaram? 

Então pessoal, a primeira atitude que eu sugiro, hoje, é tirar seus filhos das suas camas, e ensiná-los a dormir cedo. Pois esse é o motivo pelo qual o nascimento dos filhos vem a afetar tanto na vida sexual. Por que nós, pais, deixamos eles afetarem isso. Nós não estabelecemos limites para eles perceberem que o papai e a mamãe PRECISAM de momentos a sós, que nem tudo é feito com eles e para eles, que eles tem a sua hora de dormir, quer queiram ou não. Doeu ler isso? Você quer me matar agora? Desculpa, mas a verdade tem que ser dita. E se você leu até aqui é porque realmente quer salvar a vida sexual do seu casamento. E este é um passo bem importante. Então, se você se convenceu de que precisa mudar isso, tá na hora de agir, agora!

Eu não quero me estender mais no post, pois o pessoal ODEIA ler post grande.
Vou parar por aqui hoje.





Por favor, tome essas atitudes, para prosseguirmos no próximo post:

1- Tire da sua cabeça a referência de sexo que você encontra nas novelas, nos filmes e nas piadinhas espalhadas pela internet;

2- Não aceite e não contribua com a banalização do casamento, principalmente do sexo no casamento;

3- Analise por quê seus filhos atrapalharam a vida sexual do seu casamento. O que mudou depois que eles chegaram? O que mudou na rotina? Foi o horário de dormir? Foi a presença deles na sua cama? Se não foi isso, então o que foi? Se você detectar o problema, precisa em breve mudar esse quadro. Dedique tempo e esforço pra organizar o horário do sono do seu filho na cama dele. Isso é muito importante, não tenha preguiça de dar um jeito nisso, pois vai compensar, tenho certeza! (Eu já passei por isso, e acredite, é ótimo ver seus filhos dormindo às 21hs, todos os dias!)

Agora, você parou e analisou bem tudo isso o que eu pedi acima, e você não tem nenhum desses problemas, mas a coisa, ainda assim, tá feia? Então talvez tenha coisas mais complicadas envolvidas. Problemas de saúde? Alimentação ruim? Problemas psicológicos? Problemas fisiológicos? Vocês ainda não se perdoaram? Você não têm confiado no seu parceiro? Falta de estímulo sexual? Tudo isso faz com que o sexo não vá bem. Se você acha que pode ser alguma das primeiras alternativas, vá procurar um especialista, sim! Mas se for a última, falta de estímulo sexual, não se desespere. Vamos falar só sobre isso no próximo post. 

Um abraço, da Nádia.

http://www.mamaenadia.blogspot.com/

VEJA MAIS POSTAGENS

28 comentários

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Nossa amei o post estava precisando ouvir exatamente essas palavras desde que minha bb nasceu esta complicado aqui em casa não tenho vontade estou sempre muito cansada meu casamento esta deslanxando não sei mais o que fazer ou melhor não sabia..muito obrigada por compartilhar....

    ResponderExcluir
  3. Que bom que o 1º comentário desse post veio dizer realmente o que eu gostaria de ouvir, que estou podendo ajudar alguém que precisa. Vamos nos ajudar por aqui! Pois muitas vezes conversando, trocando idéias, conseguimos melhorar. Nem sempre precisamos de um especialista, às vezes o que necessitamos é que alguém nos ajude a enxergar o problema e uma solução pra ele. Vamos conversando...Beijos!

    ResponderExcluir
  4. ai ai ai Nadia, não gostei nada desse post....vc anda espionando minha casa? kkkkkkkkkkkkkkkk
    aiiiiiiiiiiii amiga é tao dificil tirar o davi da minha cama...
    eu sei q vc tem toda razão.... mas sera q eu consigo....
    bjaoooooooooo
    amei o post

    ResponderExcluir
  5. Pra começar mudei de emprego. Não tem como viver morrendo de cansaço tempque haver um meio termo. Precisamos de um tempo pra nos e tirar os filhos da cama é certissimo!!! Cris

    ResponderExcluir
  6. Dani, COM CERTEZA você consegue, amiga! Isso vai melhorar muito a sua vida, você não vai mais ficar tão cansada e esgotada. Vai ser difícil tirar ele da sua cama sim, mas serão apenas alguns dias difíceis, mas todos os outros serão muito melhores. Eu te ajudo! E nunca que pense que vc não conseguirá alguma coisa, pois até hoje você se saiu muito bem. Você está conseguindo desfraldar o Davi, e isso é algo super difícil. Ás vezes parece que não vai dar, mas duma hora pra outra a coisa funciona! Bjos!

    ResponderExcluir
  7. Cristiane, você falou algo muito importante, quem tem um estilo de vida totalmente corrido e estressante, por causa do trabalho, realmente perde a vontade de fazer sexo, nem´sobra tempo pra pensar niss, né. Você fez bem de mudar de emprego e buscar um estilo de vida melhor. Nem todos podem fazer isso, infelizmente, mas talvez há outros passos que possam ser seguidos. Obrigada por sua contribuição! Um beijo!

    ResponderExcluir
  8. Adorei a matéria e as dicas
    parabéns!
    Aguardo sua visitinha!
    Sandra

    ResponderExcluir
  9. Oi Nádia!
    Nossa, lendo seu post, parecia que vc queria me dar um "puxão de orelha".
    Obrigada por suas palavras, com certeza desse exato momento em diante,tomarei outras medidas...
    Se alguém a criticar por isso, com certeza deve estar passando pela situação, mas não consegue ouvir a verdade.
    Parabéns!!

    ResponderExcluir
  10. Olha, esse assunto está me deixando preocupada.
    Aqui em casa não existe mais um casal desde que minha pequena nasceu, e olha que já vai fazer 6 meses!
    Nos tornamos amigos desde a gravidez, e isso não é nada bom...

    Muito bacana o post.

    ResponderExcluir
  11. Eu estava precisando ler isso...eu estou precisando URGENTEMENTE conversar com alguém sobre isso...não com um especialista (até porque não tenho grana), mas com uma mãe de família! (o que a maioria das minhas amigas íntimas não é ainda...). AMO meu marido, tenho certeza que não conseguiria ficar longe dele, mas, depois que nossa filha nasceu, meu desejo e minha vontade de sexo diminuíram muito.E em relação ao que éramos...mudou totalmente! (nesse quesito sexo, pois o amor é o mesmo ou até maior - como explicar isso??). O problema não é nossa filha, ela dorme em seu quartinho (tarde, mas dorme) desde os 2 meses...E tem as sonecas do dia nos fins de semana...
    Sinto que o problema é comigo. Não ando me sentindo à vontade com meu corpo (sempre fui magra, depois da gravidez emagreci mais ainda e não acho meu corpo nada atrativo! FALTA o pouco do que eu tinha hehe). E esse último item que vc falou tb, a falta de estímulo...nossa casa se tornou um ambiente muito familiar (passamos um bom tempo juntos em casa, mas sempre envolvidos com os cuidados da nossa filha, com questões domésticas, financeiras...o que não são coisas que nos levem a pensar em sexo, né?!) e eu e meu marido, por não termos com quem deixar nossa filha, nunca conseguimos sair pra fazer um programinha diferente, romântico...Sem falar no cansaço dos dias de trabalho! E agora??? Tô achando meu casamento anormal mesmo!
    Obrigada pelo seu post, como pouco falam e pouco se escreve sobre isso, tava achando que era só comigo o problema mesmo hehehe. Vou continuar acompanhando para ver uma luz no fim do túnel. bjoss

    ResponderExcluir
  12. Oi, Nádia! Eu não ia ler esse post pq nao gosto de tratar assuntos tão pessoais na internet, mas algo me dizia pra ler e li. Uau! Você tem toda razão, filhos dormir cedo e nas suas camas, sexo com amor é melhor que com paixão, sexo é pra praticar no casamento, tudo isso eu concordo. Vou ficar mais ligada e aderir as suas sugestões, acho que podemos melhorar nisso. Um beijo!

    ResponderExcluir
  13. é muito bom ver que alguém do outro lado se preocupa com o casamento das pessoas a minha relação vai se esfriando a cada dia não me importo com o sexo mais pra mim esta como tanto faz eu nem ligo mais pra isso simplismente eu satisfaço meu marido e eu não sei o que é orgasmo a muitos anos viu só faço pelo meu marido eu mesmo não sinto nada.

    ResponderExcluir
  14. Esse assunto anda esfriando um pouco o meu casamento. Ontem mesmo tivemos uma briguinha pela "falta de tempo" pra nós dois. Olha Nádia, você tem me ajudado muito com suas postagens sobre casamento. Ás vezes quando o relacionamento não vai bem,pensamos logo em separação, esquecendo o amor que sentimos um pelo outro. E seus posts tem me ajudado a resgatar todo esse amor, não é fácil, mas me faz refletir bastante sobre o casamento hoje em dia.
    Já aguardo anciosa o próximo post. Obrigada por compartilhar sem medo, esse assunto.

    Beijos enormes!

    ResponderExcluir
  15. Nádia, parabéns pelo post. Depois que criamos uma rotina para o nosso anjo dormir, e conseguimos fazer ele entender que o seu horário é diferente do nosso, a nossa relação melhorou muito mesmo. Passamos a ter tempo para ser um casal, e não apenas pai e mãe. O sexo voltou a ser mais presente, e a vontade de nos curtir também.
    Obrigada por compartilhar essas questões. Beijos

    ResponderExcluir
  16. Nádia. Meus parabéns pelo post. É preciso coragem para falar de certos assuntos e este é um deles. Eu concordo com quem disse "que você anda espionando os casamentos!". O tiro foi certeiro no meu também. Porém, o motivo não é filho tomando espaço no quarto e cama dos pais. Pois isso eu nunca permiti. Desde bebezinha minha filha tem o quarto dela, o espaço dela, porque assim eu creio ser o melhor para ela. Beijão!

    ResponderExcluir
  17. Pessoal,em primeiro lugar, muito obrigada pelos comentários. Obrigada por se abrirem comigo. Tem que ter coragem pra desabafar que seu casamento não vai bem, pois o pessoal geralmente usa máscaras, né? Preferimos, muitas vezes, fingir que está tudo bem, mas eu acho tão bom poder se abrir, desabafar, sempre conseguimos resolver um pouquinho do problema com a ajuda das outras pessoas. Olha, eu já passei por mau bocados no meu casamento, e pude me abrir com poucas pessoas somente, pois nunca sabia em quem confiar, e o pessoal nem gosta de se meter nesse assunto também. Mas com o tempo, participei de encontros de casais da minha igreja, e começamos a nos abrir mais com o grupo participante, e percebemos lá que todo mundo passa pelas mesmas situações! E muitos problemas tem solução sim, inclusive os sexuais, e a gente não consegue enxergar no que está errando. Eu fiquei com muito medo aqui de magoar alguém com esse post, mas as pessoas precisam enxergar se está errando.

    ResponderExcluir
  18. Ah, e quanto a eu estar espiando os casamentos de vocês por aí, Kkkk...olha que eu realmente ando espiando sim! Não os de vocês, mas ultimamente tenho observado muito os casamentos e tenho aconselhado algumas pessoas também. Tenho lido muito sobre o assunto, e juntando tantas palestras que já assisti acho que fui conhecendo mais sobre como as coisas funcionam. E depois que percebi que quase todo mundo passa pelo que nós passamos aqui em casa, vou identificando com o que vivencio no meu casamento. Vamos continuar tratando sobre o assunto...E até o próximo post podem ir desabafando e perguntando alguma coisa que precisarem...Beijos!

    ResponderExcluir
  19. PS: Vou responder a cada comentário pessoalmente, em seus blogs!

    ResponderExcluir
  20. Nádia, no meu não dá, é um blog que não uso mais, que só fiz como teste numa atividade de professores rsrs. Hoje me dia só uso para poder comentar nos blogs que leio, pq não acho opção de comentar sem logar em alguma conta...pode me responder no email: andrea_folk@yahoo.com.br ou por aqui mesmo! bjos

    ResponderExcluir
  21. Olá Nádia, vc sempre escreve muito bem e consegue deixar leve um assunto tão delicado. Pois bem, tenho vários apontamentos, mas agora não tenho tempo de colocá-lis aqui. Sempre pratiquei a cama compartilhada em casa, agora VH (um ano e cinco meses) decidiu sozinho ir pro quartinho novo dele, com cama e tudo mais. E agora temos a AC (um mês) que dorme conosco, e assim como foi com seu irmão, respeitaremos o tempo dela para a segurança de dormir sozinha... E confesso, sinto muita falta do VH no nosso meio, e meu esposo também. E isso não foi fator de impedimento para que nossa vida sexual continuasse ativa e saudável. Colocávamos ele dormir no quarto dele, ficávamos juntinhos e depois buscávamos ele. E com a Ana tem sido assim também, e olha que benção, os dois combinam nos horários de dormir. Hehehehe, muitas vezes meu esposo está cansado do trabalho, outros eu do dia cansativo em casa, mas sempre com muito amor lidamos com o tempo que estamos juntos. E outro fator... O sexo é muito importante, mas sempre que a vida esteja em harmonia. De nada adianta fazer amor somente por rotina... Acaba se tornando semelhante ao que vc falou dos jovens de hoje em dia. É importante carinho, respeito e dedicação para que o sexo seja sagrado e prazeroso. Enfim, escrevi matade do que queria escrever, talvez uns me entendam mal, mãs, essa é a minha opinião. Adorei o post!!! Beijocas!!!

    Mamiimari

    ResponderExcluir
  22. Andy, vou mandar um email pra você, acho mais pessoal...tudo bem?

    Mamiimari, gostei muito do seu comentário, muito obrigada por compartilhar aqui as suas opiniões. Pra mim foi interessante ver a visão de quem faz cama compartilhada e curte muito isso, aqui em casa a gente fez num período da vida de cada filho, mas a gente não curtia assim como você. Talvez a nossa cama seja menor, mas era um caos dormimos apertado, com medo de esmagar o bebê ali no meio...e a gente gosta muito de dormir abraçadinhos, é um ritual, e quando tem um filho no meio só conseguimos encostar os pés um no outro! E realmente a gente não deixava de fazer sexo por causa disso, a gente dava um jeito. Mas era sempre coisa programada, tipo "ele dormiu, vamos logo, vamos logo"...Eu gosto muito de ir deitar, abraçar meu marido, e às vezes do nada, surgir a surpresinha após o abraço...adoro o inesperado! Adoro quando acontece de ele me acordar no meio da noite com os beijos e abraços e etc...com um filho ali no meio isso não iria acontecer, MESMO! Cada casal tem seu jeitinho, cada pessoa tem a sua forma de amar, mas aqui em casa nós curtimos a surpresa, o não planejado. Aquela coisa de "é agora ou nunca" não me excitava. Mas o que serve pra um casal, não serve pro outro...O importante é estar com a vida sexual indo bem...se vcs estão indo bem e se a cama compartilhada realmente não atrapalha, fico muito feliz por vocês, de verdade! E você poderá até aconselhar as outras mamães que fazem isso e não querem deixar de fazer...Beijos!!

    ResponderExcluir
  23. Minha filha dorme na cama comigo, porque o berço dela ficou na casa da minha mãe e na casa da minha sogra não cabe o berço dela no meu quarto, estamos por enquanto na casa da sogra esperamos nossa casa ate o fim do ano.
    mas quando vou para a casa da minha mãe minha filha dorme no beço.
    adorei o post, sabe perco totalmente a vontade de brincar com meu marido, e ele fica chateado, tento pelo menos uma vez na semana, mas ele não fica satisfeito, as vezes brigamos por causa disso...
    bjosss

    ResponderExcluir
  24. Nádia, parabéns pelo post amiga!
    Estou muito feliz por você estar conseguindo ajudar tantas pessoas através dos seus posts, isso sem contar as pessoas que lêem e não chegam a comentar...
    Muito feliz por vc estar alcançando este objetivo!
    Um beijo

    ResponderExcluir
  25. Oi Nádia!
    Parabéns pelo post amiga!
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  26. Olá, Nadia

    Parabéns por tua coragem de tratar deste assunto com tanta clareza.

    Eu nunca gostei de cama compartilhada, justamente por isso. Prejudica demais a vida sexual do casal. Eu não conseguia ter pensamentos "porno-eróticos", com uma criança entre nós. Eu diria que acaba com o tesão. Com o meu acabava. E eu disse a meu marido. "Olha, quando eu deito na cama, e há uma criança entre nós, a gente não se abraça. Se não nos abraçarmos e não nos tocarmos, o desejo sexual não surgirá. Estamos nos privando de nossa única oportunidade de namorarmos um pouco. Por isso, vamos fazê-la dormir no seu próprio quarto. Esse espaço é nosso. Esse horário também. Precisamos disso. E as crianças também precisam da nossa união"

    Assim, cortei o sono da tarde da minha filha mais velha que passou, então, a dormir no mesmo horário do bebê : 19h!

    Ah, é maravilhoso quando as crianças dormem às 19h! E na cama delas!

    O resultado? Papai e mamãe voltaram a brincar ! Fez uma grande diferença tira-las do nosso quarto. Por isso, Nádia, confirmei na prática o que você disse.

    Abraços

    ResponderExcluir
  27. Olá, Nádia!
    Primeiramente, obrigada por compartilhar de sua experiência e trazer à tona esse assunto tão importante para as mulheres, que precisam mostrar a seus filhos qual a fonte de amor de onde eles vieram. Os filhos precisam crescer percebendo que os pais se amam, se não, não há amor materno que ensine a fazê-los amar o outro também.
    Minha única ressalva é para o (polêmico) assunto da cama compartilhada. Aqui fiz cama compartilhada com o mais velho até ele fazer dois anos, quando percebi que ele já tinha maturidade para dormir em seu cantinho porque ele não acordava mais à noite e que estava curtindo com mais segurança ficar sozinho, e ele não sofreu nadica de nada com essa passagem. Foi para o quarto feliz da vida e dormiu a primeira noite sozinho numa boa até hoje. Acho que a experiência de cada mãe nunca é igual, por isso confio demais na intuição de cada uma para saber o que é melhor para si nesses assuntos. Hoje compartilho a cama com o mais novo, mas isso não me impede de dormir abraçadinha com o marido. Ele dorme num berço ao lado, sem uma das grades e encostado na minha cama. Não fica no nosso meio. OS dois dormem cedo: eu coloco o bebê para dormir na rede, na sala, e às 23 horas o trago para nosso quarto. Nesse meio tempo posso namorar à vontade na nossa cama. E quando deitamos, dormimos de conchinha. Namorar é fundamental, mas acordar com o bebê nos beijando também é para nós, e isso passará tão rápido que decidimos não abrir mão disso. Sinto que nossa vida sexual poderia estar melhor, mas no meu caso o grande culpado é o cansaço, mas estamos sempre conversando para procurar soluções (sem família por perto nem babá fica complicado). Acho que o diálogo é a base do casamento, porque disso decorre que tudo o mais se ajeita. Beijos!

    ResponderExcluir
  28. Olá Nádia adorei esse post
    Vamos lá
    Tenho 25 anos de casada e mesmo depois de tanto tempo, posso dizer que o SEXO aqui vai muitoooooooooo bem obrigada.
    Quando me casei era uma menina de 21 anos e que meu marido foi o primeiro e único na minha vida sexual.
    Namorei somente 3 rapazes, mas naquela época não era muito comum ter muitas experiências sexuais antes do casamento.
    Sinceramente não tenho nada contra isso. Sexo tem que ser feito com amor e mesmo que ele ocorra antes do casamento com alguém que não será nosso marido.
    Bem, o sexo era gostoso, mas ainda tenha muita vergonha, que foi desaparecendo com o tempo.
    Quando os filhos (ambos sempre dormiram primeiro no berço e depois na cama - nunca na minha), tiveram momentos em que a intimidade ficava difícil com crianças vigilantes dentro de casa.
    Mas quando eles se tornaram adolescentes e as coisas foram esquentando rsrsr
    Hoje, o sexo é um tesão...rsrsr
    Claro que tem momentos em que o stress deixa as coisas meio mornas, mas quando retornam é delicioso
    Isso é para dizer que mesmo depois de tempos de casada ou com 50 anos o sexo pode ser até melhor que no começo
    Acreditem, vocês que são jovens, há uma luz no fim do túnel rsrsr e ela é ótima, só depende do casal.
    Beijocas
    Cris

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!