Fortalecendo seu relacionamento

quinta-feira, fevereiro 09, 2012Alessandra Marques


Atitudes é o que fortalecem casamentos e namoros.

Você passa por problemas conjugais? Já passou? Conhece algum casal amigo próximo de você que passa por isto? Que já se separaram? Que vivem infelizes? É comum vermos e ouvirmos falar sobre casais infelizes e que estejam se separando. Todos os dias vejo pessoas com algum tipo de conflito conjugal e que, por não encontrarem saída ou por não suportarem mais a situação, desejam a separação. Repetidas vezes, ouço que “o amor acabou”.

Mas, será que existem maneiras de os casais fortalecerem seus relacionamentos conjugais? Gostaria de compartilhar com vocês algumas atitudes que os casais podem desenvolver a fim de colocarem em ação a disposição em trabalhar pelo casamento, que muitas vezes permanece apenas no desejo e não na prática.

1. Aprofundem o conhecimento mútuo: quanto mais o casal conhece e entende um ao outro, mais fácil é manter-se unido. Saber desejos, preocupações, formas de pensar, problemas no trabalho, etc. Para isto, a comunicação é preciso. Vocês podem criar o hábito de, ao final do dia, conversarem sobre “os altos e baixos” do dia de cada um. Assim, estarão atualizando o conhecimento de vocês sobre vocês mesmos.


2. Cultivem a afeição e a admiração: é preciso alimentar pensamentos e sentimentos positivos de admiração, de carinho, lembrar de bons momentos, elogiar mais do que criticar. No dia a dia do casamento, na correria da vida, a nossa tendência é passarmos a viver no “automático”, e esquecemos de que a expressão de afeto e admiração é necessária para que a outra pessoa se lembre dos seus sentimentos por ela, assim como você também necessita disto (seja através de palavras, de atos, de contato físico, de presentes, de tempo com a pessoa).


3. Estejam voltados um para o outro: dar atenção ao outro em vez de dizer que está sem tempo, mesmo que esteja distante (ligando, escrevendo um bilhete, ouvindo. Isto é diferente de conversar durante o almoço assistindo à televisão, por exemplo). Lembrem-se das pequenas atenções.


4. Criem significados na vida em comum: criar rituais familiares, ou seja, atividades feitas pelo casal ou pela família a fim de se manterem mais unidos. São comportamentos ou atividades que vocês passam a ter o costume de fazer e que unem o casal e a família. Por exemplo, que vocês tenham um jantar especial juntos tal dia da semana, que vocês tenham um dia para fazerem algo juntos na cozinha, que ao chegarem do trabalho ao final do dia cada um fale sobre seu “alto e baixo” do dia (o que houve de pior e de melhor no dia)… Rituais são comportamentos ou atividades que vocês gostem de fazer e que, por isso, se transforme em um hábito para vocês, de forma que vocês sempre terão o prazer de esperar por aquilo todas as semanas ou todos os dias. Pensem nisto e desenvolvam isto.


5. Ouçam e falem: é importante que vocês evoluam na comunicação, falando também de sentimentos, e não só de fatos do dia. Isto não significa que conversar sobre coisas mais “leves” e sobre fatos do dia não deva acontecer. Mas, procurem mesclar isto. Procurem falar sobre vocês, em vez de falar um sobre o outro. Ouvir o que o outro tem a dizer sem ficar sempre na defensiva.

6. Diminuam críticas, desprezo e incomunicabilidade. As críticas em tom de brincadeira também machucam. O desprezo e o silêncio não resolvem problemas. Por isso, lembrem-se que vocês são um “time” e não adversários. Vocês devem “jogar” a favor de vocês como casal, e não um contra o outro.

7. Entendam o que é amor: o amor é um conjunto de atitudes que envolvem vários sentimentos. Os sentimentos podem ser abalados, mas isto não significa que o amor acabou e que, portanto, precisam se separar.

8. Tenham amizade no casamento: sejam companheiros um do outro em situações de lazer também. Muitos casais se unem para o pagamento de contas, para a educação dos filhos, para as decisões sobre o que comprar, mas se esquecem de terem tempo juntos de lazer, de diversão, de momentos agradáveis, de momentos sem pressão. E, assim, o casamento se torna um relacionamento de “administração de tarefas e contas”, e deixa de ser agradável, leve, feliz.

Pensem nisto e procurem praticar o que entendem ser bom e saudável para o relacionamento. A grande maioria dos casais tem contato com diversos materiais de leitura, de vídeo, de áudio sobre casamento e aplaudem muitos deles. Mas, nem sempre praticam aquilo que elogiaram ou concordaram. Preguiça? Desmotivação? Desesperança? Escolha praticar e mudar. A decisão é sua!
 
Por Milton Andrade


www.sermaequeviagem.blogspot.com






VEJA MAIS POSTAGENS

9 comentários

  1. Olá, equipe!
    ótimos conselhos para um casamento.
    Fortalecer a comunicação é o que tem de melhor. Muitas barreiras se quebram.
    Outra dica é orar juntos. Ter uma fé em comum é ótimo para um casamento.
    Abraço da
    Celina

    ResponderExcluir
  2. Mais uma mensagem valiosa. Eu estou me policiando quanto às críticas. Preciso, e estou conseguindo, diminuí-las. Muito bom post. Beijos!

    ResponderExcluir
  3. mto importante cada ponto, dificil de concretizar. Obrigada pela partilha!!

    ResponderExcluir
  4. Oi,
    Mais uma linda postagem! Tudo verdade!
    Beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá
    Mensagem sempre oportuna
    Fortalecer o relacionamento (seja com o marido, com os filhos, com a família, com os amigos) é sempre uma dica de leitura que nos fortalece
    Atualmente estou em oração por paz na minha casa e na casa de todos os que amo
    As vezes calar é uma boa dica
    Beijocas
    Cris chabes

    ResponderExcluir
  6. Muito legal essas dicas pois o relacionamento sempre tem que ter um momento de repaginada pra sobreviver legal.Ainda mais quando os filhos nascem ai existe uma mudança grande nas nossas vidas.
    Legal!

    ResponderExcluir
  7. amei as dicas.. vou copiar esse texto e mostrar para quem é de meu interesse rs..

    bjs

    ResponderExcluir
  8. Hoje em dia as pessoas estão desistindo facilmente dos relacionamentos...
    Boas dicas.
    Bjus, Genis

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!