Colaboradora Projeto Social

Projeto Direito à Inocência

quinta-feira, abril 12, 2012Recanto das Mamães Blogueiras

Nós da Equipe do Recanto gostaríamos de apresentar a vocês, mães e pais blogueiros, uma iniciativa super bacana da Bianca Garibaldi, conhecida na blogosfera por seu blog Antonella Fashion
A Bianca é idealizadora do projeto Direito à Inocência, um projeto que atua  na sociedade visando a diminuição dos casos de violência infantil. 
Blog do Projeto Direito à Inocência: http://direitoainocencia.wordpress.com


Bianca, queremos parabenizá-la pela iniciativa e fazemos votos de que este projeto, a começar pelos Municípios, alcance cada vez mais espaço no País.
Um beijo,
Equipe do Recanto



Por Bianca Garibaldi

      O abuso sexual infantil e os maus tratos são crimes que hoje chocam a sociedade, a mesma que por muitos anos os ignorou, porém o combate ou, de forma otimista - o fim da ocorrência destes crimes, que crescem estatisticamente, somente acontecerá quando estivermos abertos a entendê-los e, principalmente, confrontá-los de forma ampla e direta. Dentre os maus tratos, e conforme dados judiciais, a negligência é a forma menos evidente de violência doméstica (porém a mais incidente), sendo que o "castigo" físico também continua ocorrendo em todas as camadas sociais. A falta de esclarecimento e alerta é que mantêm esses dois tipos de maus tratos vivos na célula de nossa sociedade moderna, mas ainda carente de orientação.
     Considerado pela Organização Mundial da Saúde (OMS) como sendo um dos maiores problemas de saúde pública no planeta, conforme estudos realizados em diferentes continentes, o abuso sexual vitimiza 36% das meninas e 29% dos meninos. Outro dado alarmante vem da Secretaria Especial de Direitos Humanos da Presidência da República, onde constatou-se que a cada 8 (oito) minutos, uma criança é vítima de abuso sexual, sendo que 80% das vítimas são meninas com idade entre 2 e 10 anos. A sua real prevalência é desconhecida, visto que muitas crianças não revelam o abuso, somente conseguindo falar sobre ele na idade adulta. Tal problema pode ser revertido desde que o poder público invista em um trabalho adequado, feito de forma séria e constante, a fim de modificar esse quadro.
      Ambos os crimes ocorrem em estruturas familiares desestruturadas socialmente, portanto incapazes de oferecerem os mínimos valores e condições para o desenvolvimento de uma criança, não sendo necessariamente famílias com baixo poder aquisitivo ou de instrução. A falta de um trabalho contínuo se reflete nas estatísticas, que acabam não retratando dados reais. Trabalha-se com um fenômeno que é  encoberto por segredo, um “muro de silêncio", do qual fazem parte os familiares, vizinhos e, algumas vezes, os próprios profissionais que atendem as crianças vítimas de violência. Para que isso termine, é preciso uma atuação maior junto aos profissionais que tem contato direto com as vítimas.

O Projeto:
       No Brasil, faltam instituições e profissionais capacitados que atuem junto à comunidade para evitar estes tipo de ocorrências. Diante dessa lacuna é que vem a ser apresentado o projeto 'Direito à Inocência', que foi desenvolvido através de anos de estudo e pesquisa, onde verificou-se a necessidade de um trabalho contínuo, com enfoque principalmente nos municípios que, ao se estruturarem para o combate a estes crimes, contribuirão enormemente para a detecção e combate a este tipo de crime em seus estados e, consequentemente, no Brasil inteiro.

      O projeto prevê uma reorganização no município adotante do projeto, firmando parcerias junto às Promotorias da Infância e Juventude, escolas públicas, escolas particulares, Conselhos Tutelares e hospitais, através de palestras, com visitação a todos os órgãos pertinentes, com inclusão de profissionais do município que, após o primeiro ciclo do projeto (palestras), passem a monitorar a situação naquela cidade, repassando os dados à matriz do projeto.
     Experiências-laboratório anteriores revelaram que este tipo de iniciativas geraram a diminuição na ocorrência destes crimes. Além disso, o projeto estrutura, conforme a possibilidade econômica do município, um Centro de Referência e Atenção aos Maus Tratos e Abuso Sexual, onde se dará atendimento especializado às vítimas e suas famílias.
      O projeto conta também com um blog, onde são armazenados casos, artigos, entrevistas, dicas e principalmente orientações para a sociedade, pois ser criança e adolescente no Brasil, hoje, é um grande desafio. Essa dura realidade necessita ser compreendida pelo poder público para que, em caráter urgente, sejam tomadas providências, adotando-se uma sistemática de modo que mães, professores, pediatras e a comunidade num todo recebam as informações necessárias, no intuito de identificar os casos e denunciá-los.
      Urge a adoção de políticas eficazes, cabendo ao poder público investir neste tipo de projeto e em modificações das leis, hoje tão brandas, para que se construa uma nova sociedade. Se o Brasil se vangloria de ser o "país do futuro", deve começar a cuidar de seu futuro desde já.



 Bianca Garibaldi.
 Idealizadora do Projeto Direito à Inocência



VEJA MAIS POSTAGENS

10 comentários

  1. Bianca, parabéns pela iniciativa! Que mais e mais portas se abram e você consiga todo o apoio necessário!
    beijos, Lauri

    ResponderExcluir
  2. Bianca, gostaria de parabenizá-la pelo projeto.
    Precisamos cuidar das nossas crianças.
    Que muitos se mobilizem nesse sentido.
    Um grande beijo.

    ResponderExcluir
  3. Também achei a iniciativa ótima! Que todos possam se unir à essa corrente do bem e por um motivo pra lá de nobre! Parabéns Bianca!

    ResponderExcluir
  4. parabénss pela iniciativa é algo muito preocupante bjkss JACK ROSA

    ResponderExcluir
  5. bela iniciativa, todos juntos sempre!

    beijos.

    ResponderExcluir
  6. Otima a inciativa, nós precisamos proteger nossas crianças.
    beijos
    maede4princesas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Fico muito feliz quando vejo pessoas engajadas em projetos tão urgentes. Sucesso. Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Olá,

    Sou mamãe da Ana Luíza, gostava muito de fazer parte do recanto das mamaes blogueiras.

    Se puderem dar uma visitada no nosso cantinho:

    http://vivendooutropais.blogspot.com.br

    A mamã e a Ana Luíza agradecem :)

    Jinhos e bom fim de semana!!

    ResponderExcluir
  9. Apoiado
    Chega de violência infantil
    Sou do time que com amor se cura e se cria um mundo melhor para todos
    Beijocas
    Cris Chabes

    ResponderExcluir
  10. Obrigadas queridas amigas, quem puder divulgar essa iniciativa, eu agradeço. Precisamos acabar com esses ciclos, proteger, de fato, nossas crianças.
    Muito obrigada de coração

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!