Meu bichinho de estimação

terça-feira, agosto 21, 2012Cris Chabes

Outro dia assisti novamente um filme que amo muito: "Marley e Eu" e recordei, entre lágrimas, do meu bichinho de estimação.


Minha mãe sempre adorou bichinhos. Quando éramos pequenos, eu e meu irmão, tivemos gatos, cachorros, coelhos, passarinhos, porquinho da índia. Assim mesmo tudo no plural. Só não tivemos vaca, porco, galinha, cavalo, etc, pois morávamos em uma casa pequeninha perto do centro da cidade, se fosse em um sitio......................


Assim, cresci cercada de bichinhos de estimação. O meu preferido sempre foi um gatinho muito fofo que só faltava falar comigo. Adorava chegar da escola e brincar com aquela bolinha fofa. 



Naquela época meu irmão, que tinha uma alergia respiratória, nem podia chegar perto de gatos e por isso preferia um cachorro vira-lata muito levado que tínhamos, mas que era muito engraçadinho.


Na minha adolescência, meu pais se separaram, e minha mãe e meu irmão foram trabalhar fora. Eu tinha a responsabilidade de cuidar da casa, lavar e passar roupa, fazer comida para a marmita deles e ainda ir para a escola, desta forma diminuímos a quantidade de bichinhos para um cãozinho, que me fazia companhia, e dois passarinhos, que nos acordava com um lindo canto todas as manhãs. 

Éramos eu e a "Tuty" o dia todo sozinhos em casa. Em uma época em que o único aparelho de conexão com o mundo era a televisão e o rádio, meu bichinho era meu grande companheiro.

Pouco antes de me casar, a "Tuty" acabou falecendo de velhice e eu sofri muito. Uma dor que ficou guardada por muito tempo.


Assim, não queria mais ter bichinhos e por morar em apartamento não permiti aos meus filhos essa grande vivência que tive. O único bichinho deles, foram alguns peixinhos de aquário e um pintinho que de tanto piar às 5 horas da manhã,  levamos para um sitio de uma  amiga, e uma tartaruga que comprei pois me falaram que ajudava na bronquite da criança. No fim revendi a tartaruguinha, visto que tinha certificado. 


Hoje, com meus filhos já adultos, trabalhando e estudando, fico sozinha boa parte do dia e acabei comprando um "Beta, peixinho de aquário". Converso com ele quando vou dar comidinha.

Acho que se pudesse voltar no tempo, teria deixado os meninos ter um cãozinho daqueles que não crescem muito, visto que meu apartamento era um apertamento.

Fui um tanto egoísta, eu admito, mas sofri muito por perder meu amiguinho e cuidar de um bichinho requer trabalho e dedicação por longos anos.

E vocês já tiveram ou têm um bichinho? Compartilhe conosco esse momento. E aqueles que não têm como lidam com isso junto aos filhos? 

Beijocas
Cris Chabes

VEJA MAIS POSTAGENS

16 comentários

  1. Cris, nunca é tarde para recomeçar né? Esses bichinhos dão trabalho mas fazem a gente tão feliz... Veja o papo do meu filho com o seu amigo animal! Tudo de bom
    http://amigosdefraldas.blogspot.com.br/2012/08/conversas-com-um-amigo-animal.html

    ResponderExcluir
  2. Adoro bichinhos de estimação e já tive de quase tudo também quando era pequena.. Nossa história com os pintinhos é que cada uma ganhou um, e somos em três irmãs, e eles começaram a crescer muito rápido e a sujar a casa toda.. Daí tivemos que dar prum amigo do meu pai que tinha sítio...
    Já tivemos dois casais de periquitos, que tiveram bebezinhos, cachorro, hamster, aquário dos grandes, com cerca de 30 peixes, e gatos. De tudo isso sobrou um gato, o Max, que fica na casa dos meus pais...

    Como trabalho fora o dia todo, não tenho como cuidar de um bichinho em casa, então minha filha curte o gatinho da Vovó...

    beiJUs

    ResponderExcluir
  3. Cris .... eu adoooro cachorro! Quando eu era apenas namorado do marido, hehehe, ele iria morar sozinho e então NÓS decidimos que ELE deveria ter um cachorro! Olha a loucura .... isso vai render um post ainda!

    Já tive milhares de peixes, nenhum gato ou passarinho! Mas eu sempre quis ter uma aranha ou cobra, mas meus pais nunca deixaram!

    Beijos, Má
    www.monmaternite.com

    ResponderExcluir
  4. Eu pequenininha tive minha FIFI (pastor alemão lindaaa), tivemos ramster,peixes, preá, tartaruga.......um mini zoo em casa....kkk

    Amo cachorro.....depois que a fifi morreu foi muito triste, nunca mais esqueço, um luto, uma tristeza, e meu pai muito do inteligente foi alugar filmes para tentar alegrar nosso dia.....imagina aqueles filmes de cachorros lindos e tristes......foi o que ele trouxe....e a tristeza piorou...kkkkkk
    Bem hoje tenho dois peludos aqui em casa, Bart e Marvin....amo muitooooo

    ResponderExcluir
  5. Sempre estive cercada por animais. Passarinho, cachorro, peixe, tartaruga, coelho, pintinho... já tive de tudo! Acho super importante criança ter contato com os bichinhos, aprender a cuidar, brincar e principalmente respeitar.
    Hoje, tenho uma cadela (15 anos) e um passarinho (5 anos) e a Catarina é apaixonada por eles! Brinca muito!!!!!!! É engraçado, mas a Sarah (cadela) me “avisa” quando a Catarina esta aprontando. Acho isso o máximo! =]
    Beijos
    minhamaternidade.blogspot.com

    ResponderExcluir
  6. Cris, eu tive alguns bichinhos, não muitos. Maridão teve bem mais e por muito tempo quis comprar um cachorrinho, desses pequenos, pra dá de presente pro nosso filho. Mas assim como vc, eu fui contra, pq requer muito cuidado e atenção. Eu vejo os bichinhos como se fossem da família mesmo, não conseguiria ter um cachorro e deixá-lo sozinho por muito tempo. Até que o meu sogro trouxe um porquinho da índia pra gente, e como não se apaixonar por aquela bolinha peludinha? Hoje somos (os três) apixonados pelo bichinho. Mas confesso que fico por aqui. Mais que isso não dou conta! hahaha

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Engraçado! acabei de escrever um post sobre comprar ou não um cãonzinho, logo que perdi a minha semanas depois que minha filha nasceu... e esta dor anda tão guardadinha no peito ainda :(. Mas cachorro é tudo de bom! =D

    ResponderExcluir
  8. Putz, que coincidencia o meu post de hoje seria e vai ser justamente sobre isso, sou estudante de veterinária então já viu, apoio a presença dos animais na vida de qualquer criança *.*

    ResponderExcluir
  9. Oii Cris, o filme que falou realmente nos emociona muito, muito bacana sua história, me identifico com parte dela, tbém tive cachorros e os perdi em circunstâncias muito ruins, não foi de velhice, um morreu atropelado na minha frente qdo eu tinha 12 anos, e o outro morreu picado por cobra no Sitio da minha sogra, sofri muito. Por isso e por tbém morar em apto não deixo minha filha mais nova ter um cachorro, estou sendo egoísta como vc foi, mas não pretendo mudar de ideia, rsrs, então dei a ela um Hamster, o Catatau, pensando ser menos trabalhoso, porém o tiro saiu pela culatra, outro dia o danado escapou e entrou em uma fresta estreitíssima do gda Roupa, desesperamos, não tinha como tira-lo, chamei o corpo de bombeiros p tirar um Hamster do Gda roupa kkkkkkk, resultado, virei noticia no Prédio onde moro, mas ele continua feliz e contente rsrr!!

    ResponderExcluir
  10. Eu nunca tive um bichinho na infância. Meu irmão teve vários porque gostava. Eu só observava, de longe. Hoje com uma filha de 3 anos tivemos um casal de peixinhos (Keli e Daniel, batizados por ela), mas eles morreram. Daí não tivemos mais. Beijos!

    ResponderExcluir
  11. Os animais são tão importantes a qualquer altura da vida. Publiquei um post com dicas de uma veterinária para se adaptar bebês e pets
    Se alguém se interessar ...
    http://www.cafecomlulus.blogspot.com.br/2012/08/bebes-e-pets.html
    Bjus
    Carina

    ResponderExcluir
  12. ahhh eu amoooo anialzinho...tenho uma york mini, pois moro em apertamento...rs e meu filhote se dá muito bem com ela. Ela teve uma crise de ciumes logo que meu filho chegou em casa, ficou internada e tudo...mas hoje são bons amigos. Rs...mas quando mudar para uma casa maior quero um golden retriever e claro a york vai junto...rs

    ResponderExcluir
  13. amiga lembrar de animais de estimação ainda
    me doe pelo meu Poodle
    que faleceu a dois meses
    linda noite bjs

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  14. Nossa adorei esse recanto dicas muito uteis para nós mamães e papais... estou seguindo e espero a visita de vcs no meu blog para seguirem tbm... Um super bjo!

    http://thaystravassos.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  15. Cris, na casa dos meus pais sempre tivemos cachorros, lembro que uma vez apareceu um gatinho lá em casa e meus pais não me deixaram ficar com ele, eu era criança mas nunca me esqueci disso...rsrs
    O Daniel ainda não teve nenhum animalzinho, o contato que ele tem com bichinhos é na casa dos avos e ele adora.... talves um dia a gente dê um para ele, quem sabe...
    um beijo querida

    ResponderExcluir
  16. Gosto muito de animais, são os melhores amigos que podemos ter,tenho agora3 cãesporque no domingo adotamos um na feira de adoção, e uma gata, todos adotados da rua. Sempre gostei de ter bichos e agora dei um pro João Vitor ele está tão feliz com o novo amigo !Bjs

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!