Colaboradora filhos

Filhos devem ou não dormir com os pais???

sábado, dezembro 01, 2012Recanto das Mamães Blogueiras

Por Liene Oliveira, do blog Cantinho da Li



Uma coisa eu aprendi com a prática: a partir do momento que seus filhos nascem, sua cama fica pequena demais, e não me venham com ditado que lugar de criança é na cama dela, e que esse costume deve começar logo quando é bebê.

Achei interessante dois artigos que li na internet sobre esse tema, foi o Criança na cama dos pais” da bebe.com.br  e o “Casais deixam berço e medo de lado para colocar bebê na cama” da MARIANA DESIDÉRIO Publicado na coluna Cotidiano da Folha.

É certo que dez em cada dez crianças entre 3 e 5 anos pede ou já pediu para os pais para passar a noite no quarto com eles e o habito de dormir junto com os pais é uma prática antiquíssima, que certamente facilita a vida na hora da amamentação, por exemplo, mas que também recebe críticas, pois os especialistas acreditam que poderá ser mais difícil dar um fim às mamadas noturnas do seu filho se ele estiver na sua cama. No caso de bebês amamentados no peito, pode ser ainda mais complicado, porque eles sentem o cheiro do leite da mãe, e muitos acabam desenvolvendo o hábito de acordar toda hora durante a noite para mamar, mesmo após já terem perdido a necessidade física de fazer isso.

Outro ponto importante que com o corre diário das vida de hoje, principalmente para nós mamães que trabalhamos fora, passar horas bem juntinhos na cama com os nossos bebes pode ser uma maneira de se conectar mais com eles, depois de um longo dia de separação. Em muitos casos, os pais sentem que é uma forma especial de se aproximarem dos filhos.

Para alguns casais o habito do filho dormir na cama torna mais difícil os momentos de intimidade e sexo. Se o seu filho dormir na sua cama, é bem provável que você precise planejar a hora de estar a sós com seu parceiro, em vez de esperar que ela aconteça espontaneamente. Dependendo da forma como você esteja se sentindo, isso pode ser um peso ou uma diversão. Diversão porque, vocês vão ter que ser mais criativos na busca de soluções para ficarem sós.

Particularmente adoro quando Serginho e Aninha adormecem comigo, mesmo tendo depois o trabalho de leva – los a suas respectivas camas. Até muitas colegas me condenam. Não adianta a gente ficar pensando no "e se...". Cada problema precisa ser solucionada no momento em que aparece. Ninguém pode predizer o comportamento de um filho. Se nos sentirmos bem em fazer algo desse tipo, temos mais é que fazer. Não existe isso de amor demais. Amor é sempre bem vindo.

A Li é mamãe do Serginho e da Aninha, é blogueira desde 2009, criou o blog com o objetivo de contar sobre o dia-a-dia da maternidade. 

Participe também deste espaço enviando um email para recantodasmamaes@yahoo.com.br

VEJA MAIS POSTAGENS

21 comentários

  1. Pois é, Liene,
    excelente e oportuno seu post.
    A questão no caso não é se devemos ou não permitir as crianças na cama mas como fazer para viver bem em família, já que as crianças em algum momento pedem para dormir com os pais.
    Com a experiência que o tempo me deu, vejo que o mais aconselhável é permitir que isso aconteça em algumas ocasiões, não deixando de dar à criança a oportunidade de crescer no sentido de tornar-se independente dos pais e ter seu próprio quarto, onde se sinta bem.
    Uma psicóloga me ensinou isso: em algumas ocasiões, a mãe pode ficar alguns minutos com a criança na cama dela (da criança), até que ela relaxe e adormeça. Também aí há que não permitir que esse tempo se torne longo demais e impeça o convívio com o parceiro.
    Em tudo, o bom senso e o carinho e amor devem guiar a conduta.

    Abraço da
    Celina

    ResponderExcluir
  2. Meu filho dorme em seu berço desde que nasceu. Hoje, aos 2 anos começou a pedir para eu fazê-lo dormir na minha cama e para mim tudo bem, porque depois que ele pega no sono eu ou o pai leva-o de volta para o berço. Dizem que a partir dos 3 anos essa necessidade de dormir entre os pais aumenta. Vamos ver como será aqui em casa...

    ResponderExcluir
  3. Samuel dormia no berço dele no meu quarto desde quando nasceu. Mas com 1 ano e 4 meses depois de uma virose começou a dormir na nossa. E assim foi por mais 2 meses. Então resolvi tirar a grade do berço e acoplar a nossa cama pra termos um pouco mais de espaço. E até hoje com quase 2 anos ele ainda está la no seu cantinho.
    Sei de todas as teorias, mas vou passar pro quarto dele aos poucos quando ele quiser e estiver preparado. Confesso que gosto de tê-lo por perto.

    ResponderExcluir
  4. Amei, acho bem assim se os pais e a criança se sentem felizes em dormir cada um na sua muito bem, aqui dormimos todos juntos, no momento estamos num "acampamento", todos dormindo juntos em colhões no chão, cada um com seu espaço e todos juntos, muito bom, os meninos amam, eu e meu marido descansamos bem e na hora de namorar a gente pula pra outro quarto,kkkkkk

    ResponderExcluir
  5. Oi Liene!
    Aqui em casa a nossa filha sempre dormiu no quarto dela. No primeiro mês de vida eu dormia numa cama de solteiro no quarto dela, depois fui pro meu.
    Ela só deitava na nossa cama pra ouvir histórias, conversar, brincar um pouco conosco, mas quando estava com sono, ela mesmo pedia pra ir pra cama dela.
    Foi algo natural pra nós ela ficar no quartinho dela. E assim ela cresceu. Deitava conosco pra conversar, ouvir histórias, rir um pouco, mas não adormecia. Colocávamos ela na caminha dela e já dormia. Acho que foi questão de costume.

    Gostei do comentário da Celina.
    E cada caso é um caso. Cada família tem um perfil e devemos respeitar a todos.

    Beijos querida e tudo de bom pra você e sua família.

    ResponderExcluir
  6. Ah eu acho que depende de cada casal, cada família. Aqui em casa, eu nunca quis cama compartilhada, primeiro eu tinha medo de machucá-lo, ou algo pior(já vi isso acontecer e fiquei com esse medinho mesmo), depois acho que acostumei com a liberdade da cama, do espaço, de não acordar moída no outro dia.
    Isso não quer dizer que vez ou outra, ou mesmo naqueles dias de doencinhas a gente não compartilhe a cama.

    Beijos

    ResponderExcluir
  7. Crianças nao devem dormir na cama dos pais !
    Temq e ficar na sua cama , no berço. Meu marido tem uma afilhada de 1 ano e meio e ela só dorme na cama com os pais .. e detalhe no meio , pois eles tinham medo dela cair .. conculs~so ela nao larga a cama deles por nada e eles vivem brigando .. nem um amor decente na cama deles eles podem fazer. Por isso qe meu filho fica no berço .. claro quando ele ta doentinho ele coloco ele pra dormir cmg mas isso é raro.

    ResponderExcluir
  8. Liene, este assunto é inesgotável, sempre existirá quem defende a cama compartilhada e quem é totalmente contra, cada família tem seus hábitos...
    Aqui em casa passamos por várias fases e já teve alguns períodos que o meu filho dormiu com a gente, principalmente quando estava doentinho. Hoje com três anos já está adaptado na cama dele, embora algumas vezes adormece na nossa...
    Gostei bastante do seu texto.
    beijos, Lauri

    ResponderExcluir
  9. Liene, obrigada pela sua participação aqui no Recanto!
    Um beijo
    Equipe Recanto

    ResponderExcluir
  10. minha filhota dorme na caminha dela
    porém no mesmo quarto
    aja criatividade viu rs
    linda noite bjs

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Eu não vejo problema em dormir uma vez ou outra na cama dos pais, desde que não vire uma rotina. A Marina tem 5 meses e dorme no berço dela e no quarto dela desde que completou um mês. Nunca tive problemas - ainda.
    Sei que conforme eles crescem, essa necessidade de ficar com os pais ocorre... não há problema, é uma fase e como todas, passa. O que importa é eles estarem bem e a gente também. Fazer o que sente que é bom.
    Bjo!

    ResponderExcluir
  12. Lucas dorme comigo as vezes e não vejo mal nenhum nisso, mas cada pessoa sabe o que e melhor para sie respeito todas as posições tomadas, mas não vejo nem um mal nisso.

    beijos

    ResponderExcluir
  13. Davi dormui na sua caminha desde cedo, mas Cecília dorme comigo até hoje!
    Foram/são duas experiencias bem diferentes.

    Mas cada uma sabe onde aperta o sapato né!

    Ótimo post.

    bjocas

    ResponderExcluir
  14. Oi meu nome é Sueli tenho um menininho de tres anos e sempre deixei que ele dormisse na minha cama e não me sinto culpada por isso, concordo amor nunca é d+...parabéns pelo post...

    maniasdasu@blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  15. Puxa que post legal e difícil de opinar também
    Sou mãe de dois jovens (27 e 21 anos) "para as mães os filhos nunca crescem"
    Quando eram pequenos nunca dormiram na minha cama.
    Mas hoje não julgo quem toma essa atitude pois depende sempre da circunstância.
    É cansativo acordar e levantar a noite toda para dar de mama, trocar fralda, dar remédio, cuidar da dor. Então deixar pertinho é mais fácil.
    Agora quando eles vão crescendo é hora de ir para o quarto deles e aí surge o choro, a carência do calor dos pais e é preciso muito paciência e carinho nesse momento.
    Então boa sorte aos pais recentes.
    Lembre-se CURTAM TODOS OS MOMENTO POIS ELES PASSAM MUITO RÁPIDO.
    Beijocas
    Cris chabes

    ResponderExcluir
  16. Concordo em gênero, número e grau! Adoro quando minha filha dorme com a gente, apesar dos chutes e ponta pés...rs Ela dorme na caminha dela desde 1 anos e 9 meses, mas lá pelas 4 ou 5h da manhã ela vai p/ o nosso quarto. Depende da realidade de cada casal, mas eu não me importo! bjs

    ResponderExcluir
  17. Minha filha tem só 3 meses. Ela dorme no carrinho, ao lado da minha cama. Quando acorda por volta das 4hs da manhã, tenho o hábito de colocá-la na cama para dormir comigo. E garanto: é a melhor sensação do mundo. A gente se enrosca do nosso jeito e dormimos aninhadas, quase.É uma delícia, inexplicável.
    Por outro lado, também acho importante que ela crie o hábito de dormir na cama dela. Até mesmo para que nós, seus pais, tenhamos o mínimo de privacidade,sempre tão debilitada após a chegada de um bebê.O que não significa que serei radical. Sempre amarei tê-la dormindo comigo!

    www.confissoesdarecemcasada.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  18. Eu adoro cama compartilhada, mas pra mim já deu. Isaac já está com 1 ano e 8 meses, já tá na hora de dormir na caminha dele.

    ResponderExcluir
  19. Oi meninas, obrigada. Adorei me ver por aqui :)
    Sou da opnião que os pais sempre sabem qual o melhor jeito de educar seus filhos. Gosto de sentir todos perto de min, e nada melhor que compartilhar a cama para viver isso.

    ResponderExcluir
  20. Oi Li, ótimo texto e ótima reflexão. Aqui em casa eu deixo a teoria de lado e faço o que manda o meu coração. Compartilhamos a cama sim.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
  21. Eu queria ouvir a opiniao do marido dona do post. so isso!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!