blogagem coletiva receitas saudáveis Mamãe Marcella

{blogagem coletiva} receitas saudáveis #10

segunda-feira, maio 26, 2014Mamãe de Salto por Marcella Stelle


Olá mamães blogueiras, tudo bom?! Espero que sim!

Hoje é segunda-feira, dia de blogagem coletiva receitas saudáveis mas estou com um grande problema, já faz muito tempo que não vou para cozinha e se fui foi para fazer alguma coisa nada saudável =/

Calma, deixa eu ver se eu consigo explicar ... eu sou péssima na cozinha, só sei fazer strogonoff de frango, panqueca de carne moída, arroz, feijão, lasanha bolonhesa, macarrão com molho sugo, bolonhesa e branco e uma carne de panela, mais nada. Affão né?!

Então decidi usar meu dia para contar uma coisa para vocês que poucas pessoas sabem e que faz uma super diferença na hora da alimentação saudável, a diferença entre light e diet.


=> diet

De acordo com a ANVISA - Agência Nacional de Vigilância Sanitária, o termo diet pode ser usado em dois tipos de alimentos:

1. Nos alimentos para dietas com restrição de nutrientes (carboidratos, gorduras, proteínas, sódio);

2. Nos alimentos para dietas com ingestão controlada de alimentos (para controle de peso ou de açúcares).

Os consumidores de produtos diet normalmente apresentam condições metabólicas ou fisiológicas específicas. Precisam de alimentos especialmente formulados, que eliminam ou substituem algum componente como o açúcar (diabéticos), e o sal (hipertensos).

É comum produtos diet serem associados ao emagrecimento, mas muitas vezes o valor energético não é menor do que o de produtos convencionais, pelo contrário, pode até ser maior. O chocolate diet  não contém açúcar, mas é gorduroso e calórico.

=> light

A definição de alimento light deve ser empregada nos produtos que apresentem redução mínima de 25% em determinado nutriente ou calorias comparado com o alimento convencional.

Dessa maneira, a primeira diferença entre o alimento diet e light está na quantidade permitida de nutriente. Enquanto que o diet precisa ser isento, o light deve apresentar uma diminuição mínima de 25% de nutrientes ou calorias em relação ao alimento convencional.

Os consumidores são pessoas saudáveis que buscam produtos com menos calorias ou com quantidade reduzida de algum nutriente, em comparação com o mesmo alimento em sua fórmula convencional. Esses alimentos são recomendados, por exemplo, em dietas para perder peso.

O chocolate light, por exemplo, traz a redução de algum nutriente específico ou do valor energético. É preciso consultar a tabela nutricional, na embalagem, para saber se essa redução é conveniente para a dieta do consumidor.


Ou seja, diet é recomendado para quem tem alguma restrição alimentar e por isso não significa que ira ajudar se o intuito é perda de peso, já o light é um auxilio para quem quer perder peso, porém é necessário observar a tabela nutricional pois nem sempre o item com teor reduzido de nutriente é para perder peso.

O importante é consultar sempre um médico, um nutricionista ... ele sim irá indicar a melhor opção de alimento para sua necessidade!

Espero que tenha gostado!


Beijos e comenta,


Marcella Ruschel Stelle
facebook
twitter
youtube
aplicativo

instagram

VEJA MAIS POSTAGENS

2 comentários

  1. Sempre tem uma confusão em torno disso.Adorei o post.Um grande beijo!

    ResponderExcluir
  2. É bom ter essas explicações!! Gostei do post
    Também estou participando da BC
    Beijos

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!