MMppv Mulher

Plantar árvores, escrever livros e ter filhos!

terça-feira, maio 10, 2011Marcelo Vieira

Todo homem, ao longo da vida, deveria ter um filho.

Sim o homem, porque a mulher em si já nasce e cresce com este sentimento. É como se fosse uma predestinação a ser mãe. A maioria tem o desejo, ainda que adormecido, esperando o momento certo de tornar-se mãe! 

Qual de vocês não falavam com os namoradinhos sobre os nomes que dariam para os filhos?!! Faz parte do crescimento das meninas, faz parte da construção da mulher, este sentimento materno. Algumas mídias pregam a existência velada de uma disputa entre carreira e filhos. Como se ambas as coisas não pudessem ocorrer simultaneamente. É concebível que a evolução do mundo nos faça também evoluir. As mulheres, uma vez inseridas no mercado de trabalho, conquistaram seus espaços e alcançaram o destaque merecido. Não há nada de errado em prover-se de uma carreira de sucesso e só então buscar à maternidade. O fato preponderante é que o desejo de ser mãe é real e vivo em todas as mulheres. Digo todas, porque as mulheres que ainda não sentiram este desejo, necessitam de tempo para serem lapidadas, função que a vida se encarrega muito bem de ensinar.

Voltando aos homens, estes sim, precisam descobrir o verdadeiro desejo de ser pai. Quantas histórias de pais e mães adolescentes vemos todos os dias, e na maioria delas sabemos que quem realmente vai arcar com as intempéries de uma gestação indesejada é a mãe, isto quando o jovem pai não some no mundo. E os encontros casuais, aquela transa de carnaval depois de um gole a mais, que gera resultado pra vida toda. Pode-se nunca mais ter notícias do pai, co-partícipe do ato.
O sentimento paterno do homem é pois adquirido após certa fase de nossas vidas. Li recentemente na blogsfera, um post de uma mulher que se descobriu grávida e não sabia como contar ao marido, já que ele era totalmente contra. Num cenário ainda mais comum: A reação de uma mãe em relação a gravidez indesejada de uma filha é humanamente mais sensata que a reação de um pai. 
A gente vai aprendendo aos poucos a sentir este desejo. Numa relação, em certo momento, o desejo de ver a alegria pelos corredores, os brinquedos espalhados pelo chão, o abraço inocente, as primeiras palavras, esta vontade nasce e se faz presente. E ao longo de nossas vidas, a gente vai aperfeiçoando este sentimento; o amadurecimento, a estabilidade, o envolvimento da relação e o amor agem de mãos dadas em busca da concretização de ser pai.

Eu acredito numa velha frase, cujo autor nem me lembro mais, que dizia: "todo homem para ser verdadeiramente feliz precisa fazer três coisas na vida:  plantar uma árvore, escrever um livro e ter um filho." Só assim ele poderá dizer que viveu. O clichê é lúdico, mas torna-se real. É preciso começar. 
Plantar árvores em meio a intensa discussão da sobrevivência do meio ambiente, deveria virar lei, tamanha a importância do ato. 
Escrever um livro? Não que seja das tarefas mais fáceis, mas relatar seu dia a dia para a sua família ao chegar em casa, reunidos numa mesa de jantar, já seria um belo começo. Não seriam registros de papel ou eletrônicos, mas seriam momentos inesquecíveis, momentos em que a gente sente que a partilha caminha lado a lado com a união. 

E ter um filho! Depois que você aprende e incita o desejo, glofirica-se com as recompensas. Você entende que as noites de sono perdidas, os problemas vividos e as dificuldades próprias de cada fase passam. Que o que fica pra valer é o eterno sentimento de proteção, de acolhimento, de amor e de felicidade. Estes sim, você carrega consigo para onde for, pois você teve um filho e pode gritar ao mundo todo que soube viver.

Abraços paternos!


Fonte Imagem: www.google.images.com.br

VEJA MAIS POSTAGENS

21 comentários

  1. Lindas palavras.
    Muito bom ter um papai por aqui pra deixar sua opinião sobre o que é ter uma criança em casa. Bom demais!
    Beijinhosss!

    ResponderExcluir
  2. Penso igual, acho que é uma dádiva que Deus proporciona ao homem poder ser pai!! Mas nem todo homem nasceu com essa vocação...assim como nem toda mulher tem a vocação de ser mãe, mesmo podendo gerar um filho....

    Eu já plantei a minha árvore, já tive um filho e o livro está a caminho....

    ResponderExcluir
  3. Esse ditado faz parte de nós aqui em casa...Outro q esta fazendo minha cabeça agora é COMER, REZAR E AMAR.

    adoreiiiiiiiiiiiiii
    bjus

    ResponderExcluir
  4. Nascemos todos para dar continuidade a raça humana, chega um momento que o ser humano deseja ter um filho, para dar continuidade ao que construiu e ver um reflexo dele.

    ResponderExcluir
  5. Muito legal teu texto, teu modo de pensar.
    Adorei.
    Abraços e fica na paz!

    ResponderExcluir
  6. Gostei! Vc. começou muito bem por aqui.

    ResponderExcluir
  7. Adorei o texto; Meninas do recanto das Mamães, adorei o blog, não conhecia este espaço e gostei tanto que fiquei, virei seguidora e ainda dediquei um selinho de qualidade a vcs (blog)! Caso haja interesse de ver e visitar o meu blog ficarei muito contente e Feliz: http://nossocantinho-nossocantinho.blogspot.com
    Grande bjo e tudo de bom pra vcs!
    Fabiana

    ResponderExcluir
  8. Ótimo texto!
    Eu uso isso pra mim rs só preciso escrever o livro o/

    Beijoss

    ResponderExcluir
  9. Olá marcelo, Belissímo texto!
    Sempre quis ter um filho, plantar uma árvore e escrever um livro.
    Tive dois lindos filhos rsrsrs
    Já plantei uma plantinha rsrsr
    E comecei a escrever um livro mas parei rsrsr
    O mais legal e não esquecer que cada momento de carinho, alegria, amor que vivemos com nossos filhos são palavras plantadas no mundo e que jamais serão esquecidas.
    Beijocas
    Cris Chabes

    ResponderExcluir
  10. O mundo poderia ser bem melhor se todos realizassem essas 3 tarefas...E que os todos homens fossem realmente pais...
    Agradeço a Deus por ter um marido excelente e pai melhor ainda!

    ResponderExcluir
  11. Quanta sensibilidade nas tuas palavras... realmente seria ótimo se todos os pais pensassem dessa forma, o mundo seria bem melhor, mesmo que nem todos conseguissem plantar uma arvore e escrever um livro...
    Um super abraço, Lauri

    ResponderExcluir
  12. Olá! Essa é a minha primeira visita ao blog e tenho que dizer que amei a maneira como você se organizam para publicar as postagens... Virei seguidora, espero que visitem meu blog. Simplesmente amei a frase "você teve um filho e pode gritar pro mundo todo que soube viver..."; resume tudo; beijos com carinho, Cleide e Heloísa.

    http://closetdahelo.blogspot.com

    ResponderExcluir
  13. Olá! Encontrei vcs na net e amei de paixão o blog! Já estou seguindo!!
    Gostaria que conhecessem meu cantinho também:
    www.datrinodesign.blogspot.com.
    Mil bjinhos e ótima semana!!!
    Vanessa Datrino

    ResponderExcluir
  14. Estréia em grande estilo! Demais!

    ResponderExcluir
  15. Belíssimo post...e cheio de verdade
    Seja bem vindo!
    http://eueeless.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  16. seu blogs e maravilhoso, já estamos seguindo seu blogs.
    será uma honra ter vc no nosso blogs.
    mulheresindocomcristo@gmail.com

    ResponderExcluir
  17. adorei o post, de verdade...
    fui mãe com 16 anos de um, ainda, namorado de 20 anos... sei que ele é um entre um milhão que assume... e não só assume como ama!
    tenho muitos amigos que obrigaram a namorada/rolo/caso/amante(sim amante mesmo) a tirar... a matar um serzinho que não merecia... Ele não pediu para ser feito, e não tem culpa de "estragar" a vida dos "pais". Já tive que cuidar de algumas amigas que abortaram e sei o quanto não é fácil! Fazemos parte, eu e meu, agora, marido, de uma pequena parte de casais 'adolescentes' que assumem (é, não é toda garota que 'aceita' estar gravida também) o bebê, que continuam juntos e que nunca EM MOMENTO NENHUM pensaram na ideia de tirar, abortar, MATAR...
    Sei que somos exceções... sei que ele, acima de qualquer coisa, é uma exceção e agradeço a Deus todos os dias por te-lo ao meu lado!

    ResponderExcluir
  18. Detalhes de uma vida real. Agradecemos pelo relato Lu Novaes e pelos ótimos comentários que vocês postaram. Valeu blogsfera!

    ResponderExcluir
  19. Ah, Marcelo, que delícia ler vc... fiquei aqui só admirando as suas palavras... é bom ter um papai por aqui, com um olhar "pai" de ver as coisas.
    Bem, escrevemos um blog, temos filhos, agora só falta plantar a árvore!
    As mulheres sim, nascem pra ser mães e qto aos papais, eles tem todo nosso apoio...
    Beijos querido!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!