Colaboradores tempo

Tempo... O tempo de cada um

quarta-feira, setembro 07, 2011Recanto das Mamães Blogueiras




Texto da Michele, do blog Esperando o Eduardo


Cada vez tenho mais certeza de que devemos respeitar o tempo. 
O nosso tempo, o tempo dos nossos amigos, o tempo dos nossos filhos, o tempo...
Este final de semana tivemos dois aniversários para ir, de um aninho e de 7 anos. Crianças sempre fizeram parte da nossa vida, sempre estivemos rodeados de crianças, e por incrível que pareça, nunca comparamos elas, nunca pensamos se estavam adiantados ou atrasados de acordo com cada idade, nossos comentários sempre foram: você viu como fulano está esperto, como gosta de tal coisa... assim.
Desde que o Eduardo nasceu, escuto muita coisa: é adiantado, é atrasado, é grande, é pequeno... 

O Eduardo é o Eduardo, engatinhou cedo, caminhou cedo, primeiro dente veio tarde.... será?
Será que foi cedo ou tarde? 

Acho que não. Cada um tem o seu tempo, e este tempo é diferente, para cada um. O que para você foi apenas uma semana, para mim pode ter sido um mês, ou um dia.
Sim as comparações existem, e precisam existir. A média para a idade do Eduardo, 15 meses, é de 78,5cm e 10k750gr. Bom, mas estamos falando de média. Pesquisei muito pra ver se encontrava alguma tabela que me dissesse qual a média, só achei esta:

Bem, porque estou colocando ela... porque esta possui o tamanho/peso mínimo, ideal e o máximo. Mas na verdade estas tabelas existem para acompanhamento do crescimento, porém como aplicá-la a um bb que nasce prematuro? ou para aquele cujo os pais são altos de mais, ou baixos de mais, ou magros de mais... Entendem o que quero dizer? Tabelas existem para acompanhamento do médico. Para nós, servem, para nos deixar noiados...
Sim para nos deixar preocupados, se está magro/gordo de mais.... Sei que o Eduardo está num peso bom, com reservas (caso tenha alguma doença e perca peso) mas sabe o que me deixa preocupada? É a pediatra dele me dizer que ele está com anemia, ou que sua cor não está boa e não se está magro/alto, já fala ou já anda. 
Na última consulta a tia bia falou assim: Ele está com uma cor ótima, cor de que come legumes, frutas... Sim, é isso que me importa, o Eduardo estar com uma saúde boa.
Os amiguinhos dele, tem dentes, alguns falam, outros começaram a andar agora, outros nem andam ainda... cada um no seu tempo.
Escuto muito "não vejo a hora de fazer ....." Eu sempre digo:"calma, cada um tem seu tempo"
Aí me pego pensando no meu pequeno, nunca insistimos, ou forçamos nada com ele. Um dia ele simplesmente sentou sozinho, no outro começou a engatinhar, e quando vimos, falou mãeeee, andou sozinho.... e assim vai. O que sempre fazemos, e que é nosso papel de pais é dar segurança. Sim Segurança, tranqüilidade e não comparar, nunca, jamais, nossos filhos com os outros, ou entre eles. Alguns são mais espertos outros são mais concentrados e é assim que a personalidade vai se formando. Já imaginou um mundo cheio de pessoas altas, magras, extrovertidas... lembro agora da Angelina bailerina: Já pensou se todos fossem iguais? o mundo seria muito chato!
E é esta a verdade, já pensou se todos fossem iguais? Tenho certeza que todos já sofreram alguma comparação, e mesmo adultos, incomoda, mexe com a gente, passamos tempo pensando no que falaram, e muitas vezes nos traumatizamos, adultos. 
E os pequenos? como é para eles esta comparação? como isso funciona em seu cérebro em desenvolvimento?
Acho que está na hora de pararmos de comparar e curtir, curtir cada fase que eles passam, cada conquista, tudo no seu tempo, ou melhor tudo no tempo do seu filho. Se conseguirmos aceitar e compreender o tempo de cada coisa para nossos filhos, os beneficíos serão enormes, eles terão mais segurança, pois só farão coisas que estão preparados, que estão prontos para conquistar e não fracassar (sei que a palavra é forte, mas é isso que acontece). Serão adultos mais tranqüilos, pois saberão respeitar, seu corpo, sua mente, seu tempo.
As vezes eu digo: dá thau filho, manda beijo! 
As vezes ele dá tchau na hora, outras vezes só depois que a pessoa já foi embora. Mas falo uma vez, se ele não quer, não insisto. Nunca vi em seus olhos medo, ou insegurança, pois nunca foi forçado a nada. 
Quero continuar assim, apoiando o meu filho, no seu tempo e não no meu (por mais que queira que ele saia falando por ai, ou que seus dentes nasçam todos de uma vez)... quero ele feliz. 
Quero ele seguro. 
Quero que o Eduardo seja simplesmente o Eduardo, do seu jeito, no seu tempo.
BJORESPEITEOTEMPODOSEUFILHOEDEPOISMELIGA!

* A Michele é designer, blogueira e mamãe do Eduardo.

É isto mesmo, vamos respeitar o tempo dos nossos filhos, cada coisa acontece no tempo certo! 
Equipe Recanto

VEJA MAIS POSTAGENS

9 comentários

  1. Adorei meninas! é um ótimo espaço para textos dos nossos corações!! obrigada pelo espaço e pelo carinho!
    Michele!
    http://micheleschefel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Michele, concordo com você, não dá para ficar comparando nosso filho com outras crianças... tudo a seu tempo.
    Muito legal sua participação aqui no recanto!
    beijos,
    Lauri

    ResponderExcluir
  3. Nossa! A gente sempre tem o aprender. Não conhecia essa doença. Mas com carinho e dedicação a gente vence qualquer obstáculo. Bejinhos.

    ResponderExcluir
  4. Gostei muito da afirmação que cada criança tem o seu tempo... Estou pensando em escrever sobre o "atraso" do meu filho em se interessar por livvros.
    Bj
    Adro

    ResponderExcluir
  5. Oi, Michele, adorei esse post, super válido. O problema é que sempre escuto esses palpites de quem não tem filhos, queria tanto que essas pessoas lessem heheehe Linkei no meu blog! Beijos!

    ResponderExcluir
  6. Oi Michele!
    Ótimo texto, temos que respeitar, pois cada um tem o seu tempo mesmo, não adianta comparar e nem ficar querendo adiantar as coisas.
    Beijinhos!!!

    ResponderExcluir
  7. Muito bom este espaço meninas... :D
    eu tou esperando um ou uma..ainda nao sei OHHHH mas tnho muita curiosidade...quando aos nomes...hum para menino nao tem sido facil...talvez diego para menina vai ser ariana...nomes que em portugal nao se ouvem muito :D
    Possa nao gosto de nomes usuais nao...

    beijinho e se gostar de meu blog agradeço que se torne seguidor...vou ser mama e agradeço tudo o que me tiverem para dizer :)

    ResponderExcluir
  8. @Cida Kuntze
    verdade né cida, é uma batalha nossa, pois somos nos q ficamos ansiosas heheheh obrigada pelo recadinho
    http://micheleschefel.blogspot.com

    ResponderExcluir
  9. @Mam�e do Danielzinho
    oi lauri! obrigada pelo recadinho, das outras meninas agradeci no blog, mas nao consegui entrar no seu.. se puder passa no meu http://micheleschefel.blogspot.com e deixa o seu endereço de blog q vou conhecer! bj

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!