Novidade

Mais 3 minutinhos colado junto a mamãe!

terça-feira, fevereiro 07, 2012Marcelo Vieira

Uma importante notícia circula pela rede no tocante a medicina fetal. Os bebês podem se beneficiar de um atraso no corte do cordão umbilical. Deixá-lo intacto por três minutos pode aumentar os níveis de ferro no organismo de uma recém-nascido e reduzir os riscos de anemia, mostra uma pesquisa. Geralmente, ele é cortado no primeiro minuto após o nascimento por causa da preocupação de que a demora cause icterícia. Mas pesquisadores dizem que não há evidências de que o atraso cause problemas e, pelo contrário, deveria ser tratamento padrão esperar antes de cortar o cordão umbilical.
Num estudo com 400 recém-nascidos de gestações de baixo risco, alguns tiveram os cordões cortados depois de pelo menos três minutos, enquanto em outros o tempo de espera foi de menos de dez segundos depois do parto.
Os bebês que tiveram o cordão cortado depois apresentaram melhores níveis de ferro aos quatro meses e menos casos de anemia. Pesquisadores suíços estimam que, para cada 20 bebês que tiveram os cordões cortados com atraso, um caso de deficiência de ferro seria evitado. Não houve efeitos adversos causados pelo atraso.



Sintomas de anemia no primeiro ano de vida podem incluir cansaço e batimentos cardíacos rápidos, no entanto, pode não haver sintomas. Se não for tratado a tempo, geralmente com suplementos de ferro, pode levar a problemas mentais e físicos permanentes.

Mais uma novidade em estudo que pode trazer benefícios para mamães e bebês. Os testes devem ser realizados no Brasil em breve, e se aprovado pelos órgãos responsáveis devem fazer parte da conduta médica obstétrica.


Abraços Paternos!
Marcelo Vieira

VEJA MAIS POSTAGENS

7 comentários

  1. Olá Marcelo!
    Olha que novidade interessante, eu não estava sabendo.
    Abraços e beijinhos pro Davi.

    ResponderExcluir
  2. TUDO QUE É PRA MELHORA DOS PEQUENOS É BEM VINDO NE? ESPERO QUE DÊ CERTO AS PESQUISAS E QUE ESSE METODO COMECE A SER USADO. BJUS

    ResponderExcluir
  3. Esses estudos poderiam ter começado antes, né? Estou me preparando para a maternidade e claro que como toda mãe quero o melhor pro meu bebê, se o procedimento fosse comprovadamente bom e prática entre os médicos já ganharíamos pontos na proteção do nosso pequeno. Parabéns pelo post. http://gravidinhadasilva.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá Marcelo isso é verdade!
    Pois ouve um atraso no corte do umbigo do meu filho e ele nunca teve anemia, mas como minha filha foi tudo muito rápido, ela já teve anemia com 5 meses. E na gestação os cuidados foram os mesmos.

    Essa notícia é tudo de bom!

    Bjus das Beldades
    http://duasbeldades.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  5. Olá mamães! Temos sempre que estar atentos as novidades da medicina. Todo e qualquer avanço que proporcione benefícios à saúde da mãe e do bebê devem ser amplamente divulgados.
    Abraços Paternos!

    ResponderExcluir
  6. Nossa Marcelo
    Vc traz informações super importantes pro recanto
    Eu nunca tinha escutado falar nada sobre esse atraso e seus benefícios
    Vou compartilhar com minhas amigas
    Abraços no Davi
    Cris Chabes

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!