Desabafo Mamãe Lauri

Deu a louca na mamãe - parte I

segunda-feira, junho 25, 2012Lauri Sousa



Sim, eu sei que é importante deixar que os nossos filhos tenham suas próprias experiências, aprendam a se defender sozinhos porque nem sempre estaremos por perto em todos os lugares.
Sim, eu também sempre repeti para mim mesma que faria dessa forma quando fosse mãe...

A maternidade é capaz de transformar sentimentos e atitudes... coisas que nunca nos imaginaríamos fazendo, nos vemos fazendo, e só então somos capazes de entender certas atitudes de outras mães em defesa do filho.

Em Genesis 21: 9 e 10 fala da indignação de Sara quando o filho de Ágar zombou de Isaque. Hoje em dia a atitude dela faz todo o sentido para mim, consigo entendê-la perfeitamente.

Dias atrás eu levei o Daniel para brincar no parquinho, aqui pertinho de casa. Ele ama brincar na areia, por isso sempre compramos essas coisinhas de brincar na areia: baldinho, pazinha, peneirinha... ele tem vários brinquedos assim,  a gente compra dos baratinhos mesmo...

Fomos então para o parquinho, Daniel todo feliz e saltitante levando os brinquedinhos dele... Ele brincou bastante sozinho até que chegou um amiguinho que é uns dois anos mais velho e normalmente chega sozinho no parque. A mãe fica beeem de longe observando, por isso eu nunca tinha conversado com ela.
Já eu, fico lá dentro do parquinho, me sujando de areia e acompanhando tudo de perto...rsrs (superprotetora, eu??? Não, prefiro dizer que sou participativa... kkk)

Como só haviam os brinquedos do Daniel, os dois começaram a disputar os brinquedos, detalhe: o Daniel é super ciumento com as coisas dele...( estamos tentando trabalhar esse ciúme dele, mas este já é outro assunto).

Até aí normal para mim, trabalhei anos com crianças e sei que elas disputam os brinquedos mesmo... Então eu fui remediando, conversando com os dois, explicando que cada um teria a vez de ficar com o baldinho, a pazinha e assim eles iam trocando... e até que deu certo.

Mas...

Na hora de ir embora o menino simplesmente pegou os brinquedos do Daniel, disse que eram dele e foi correndo para casa... a mãe nem estava mais lá olhando o filho, já tinha ido embora (como pode???)

Vendo meu filho chorando, eu não pensei duas vezes, corri atrás do menino para recuperar os brinquedos, não pelo valor, porque foi super baratinho mesmo... mas eu não poderia ver o meu filho chorando por aquilo. Fiquei indignada!
Fui atrás do menino, chamando... e ele nem aí! 

Imagina a cena, uma mulher louca correndo atrás de um menino...kkkkkk
Por um instante parei, pensei:  
"ah, mas são só uns brinquedinhos a toa, depois eu compro outros..."

Mas mudei de idéia... meu senso de justiça falou mais alto.
Tava indignada meeesmo!

A mãe do menino veio se encontrar comigo e devolveu as coisas do Daniel, pediu desculpas pela atitude do filho e foi embora.

Quem me conhece sabe o quanto eu sou calma, muuuito tranquila mesmo, não esquento com nada... e me surpreendi com essa reação minha!
 
Fiquei pensando em como uma coisinha dessa passa a ter outro significado após a maternidade... eu realmente não poderia deixar para lá, não poderia deixar o meu filho chorando enquanto outra criança levava embora algo dele...

É... mudei mesmo, viro uma leoa para defender minha cria!
E o titulo do post? Parte 1 porquê???

Porque eu sei que este é apenas o primeiro capitulo de muitas situações que como mãe, vou enfrentar para defender meu filho.

E é isso, sou civilizada sim, mas só até mexerem com meu filho...rs

Beijos e ótima semana!

Mamãe Lauri
laugsousa@yahoo.com.br
  

VEJA MAIS POSTAGENS

12 comentários

  1. Lauri querida, é por ai mesmo, senso de justiça.
    Eu também não deixaria outra criança levar os brinquedos do Samuel.
    Eu faço doação de tudo que não serve mais, roupinhas, sapatos, brinquedos (me arrependo de ter dado a sua primeira roupinha que ele usou, mas sei que serviu para uma mãe que não tinha nada).
    Lindo o seu desabado.
    Bjks

    ResponderExcluir
  2. PERFEITAMENTE COMPREENSÍVEL E NA MINHA OPINIÃO, MUITO JUSTO! Até mesmo para que o outro garoto entenda que não pode simplesmente sair pegando as coisas de outra pessoa e tomando posse dessa maneira... Foi justo e certo! Bem, prefiro não comentar a atitude da outra mãe, mas a sua foi a mais certa e previsível...rs Super beijo mãe leoa!

    ResponderExcluir
  3. Sou super controlada, porque de calma não tenho nada,mas quando mexem com "os meus"...ai tudo muda. Tenho medo do que posso fazer em defesa da Bela, já bati em uma mulher pq ela furou a fila na frente da minha mãe e ainda a chamou de descontrolada...nem lembro tudo qe fiz, fiquei cega...imagina com a cria...
    Boa semana par todas...
    Se der um tempinho passa ali para conhecer a Bela http://beladapaty.blogspot.com.br/
    bjooo

    ResponderExcluir
  4. kkkkkkkkk
    Isso aí amiga!
    Eu faria a mesma coisa!
    Dá raiva é da mãe q deixa o filho por si mesmo!
    rsrs adorei!
    beijinho!

    ResponderExcluir
  5. Kkkkkkkk.... ri muuuito imaginando toda a cena...kkkk.
    Adorei o relato, espero por outros pra eu me divertir...kkk.
    Mas olha, também iria atrás pra recuperar o brinquedo. Não pelo brinquedo em si, mas pela choradeira que minha filha ficaria.
    Também concordei com o que a Alê escreveu, pro outro menino começar a aprender que não pode simplesmente ir ficando com o brinquedo dos outros.
    É tudo questão de nós pais ensinarmos, o menino agiu de uma forma que a maioria das crianças agem. Gostam de um brinquedo e querem ficar, então vai dos pais ensinar quando não pode.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  6. Lauri,
    dou razão a você.
    Também sou assim. Sou muito pela justiça a respeito de meus filhos e agora com meu neto.
    Se mexerem com eles, é o mesmo que mexer comigo.
    Creio que Deus dá essa garra para as mães defenderem os filhos.
    Um abraço da
    Celina

    ResponderExcluir
  7. Eu sei porque gostei demais desse post. Me identifiquei mesmoooo! E já passei por essa situação com a minha filha no parquinho do clube. Virei fera também. Tem remédio? Acho que não! Beijos!

    ResponderExcluir
  8. kkkkkkkkkkkkk. Imaginei a cena e ri horrores!
    Mas é bem assim mesmo, eu tbm correria atras, mas não pelo Isaac, acho que faria mais por mim mesma pq morro de ciumes das coisas do meu filho. kkkk

    ResponderExcluir
  9. Hahaha, adorei Lauri!!!
    Eu já passei por muitas cenas assim, viro leoa meeesmo!!!
    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Lauri super te entendo!

    Sabia que quando eu era pequena eu super compartilhava brinquedos.

    Quando fomos à praia, Sophia também tinha seu KIT diversão, e sempre vinha uma criança e se apossava dos brinquedos. Sophia queria parar de brincar e a criança pegou e levou para a barraca dela! Fiquei chocada! Os pais não falaram nada ... eu que pedi licença e guardei nossas coisas!

    Ansiosa pela parte II, III, XC! Hahahaha ...

    beijos, Má

    ResponderExcluir
  11. Eu faria a mesma coisa! rs
    Confesso que fiquei meio assustada com a leoa que surge dentro da gente depois da maternidade. rs Mas às vezes é necessário deixar ela aflorar...rsrsrs bjs

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!