Mamãe Chris Ferreira Reflexão

Como lidar com as brigas entre irmãos

sexta-feira, agosto 03, 2012Recanto das Mamães Blogueiras


Uma das situações que mais me tira do eixo é a briga entre irmãos.
Lendo o livro “Criando Adolescentes” encontrei um capítulo que aborda o assunto e traz dicas de como lidar com as brigas. 



Primeiro o livro explica que esse é um problema comum e que os filhos se envolvem nessas brigas, na maioria das vezes, para chamar a atenção dos pais. Ressalta também que a rivalidade entre irmãos ocorre em função da competição para ver quem recebe mais atenção.

Sendo assim, os pais devem evitar tomar partido. O que muitas vezes, para mim, é difícil. Quando percebo já estou oferecendo apoio a filha que percebo que foi prejudicada na tal desavença. E na verdade eu deveria fazer isso em outro momento e individualmente.

É importante também não fazer comparações entre os filhos nem cria rótulos. Essas comparações e rótulos podem provocar ressentimentos e inseguranças, podem despertar a inveja e animosidade entre irmãos. Sentimentos que vão ser o estopim para novas brigas.

Sempre que possível, devemos deixar que os irmãos resolvam seus próprios problemas. Essa é outra atitude que normalmente não consigo manter. Quando me percebo já estou intervindo. E nesse caso, segundo a orientação do livro, eu deveria me manter imparcial sem condenar uma e absolver outra.

Volto sempre a esse capítulo do livro para reforçar os conceitos e aprender a lidar com as brigas da melhor forma e para isso as orientações são:

- Antes de mais nada, fale com cada filho em particular para identificar quais os sentimento e posições frente ao problema.
- Chame todo mundo para uma conversa em conjunto depois de ter ouvido cada um em separado, para que compreendam que esse é um assunto que atinge toda a família.
- Explique que a briga deve terminar porque está perturbando todo mundo e a regra da casa é o respeito mútuo.
- Faça declarações curtas e de feito: “Não vou permitir que uma pessoa que eu amo agrida outra que também amo”.
- Evite perguntar: “Quem começou”
  Isso para mim é fácil. Na verdade, quando começam dizendo que quem começou foi fulaninha, eu sempre digo: “Eu quero saber quem terminou. Isso sim é o que me interessa.”
- Encontre um tempo em estejam todos “de bem” para conversar e explicar o desagrado gerado pelas discussões entre os filhos.
- Afirme que tem certeza de que os seus filhos são capazes de resolver os próprios problemas.

Seguindo essas sugestões eu tenho conseguido lidar melhor com as briguinhas e essas estão cada vez mais eventuais aqui em casa. Graças a Deus!


 
E você como lida com as brigas entre irmãos? Tira de letra? Tem alguma sugestão para ajudar as outras mamães? Conta pra gente! Esse espaço é nosso, vamos trocar ideias.
Beijos carinhosos e ótimas semana
Chris Ferreira
                                                              @kitaferreira

VEJA MAIS POSTAGENS

13 comentários

  1. Chris, adorei as dicas, como sempre o dialogo prevalece. Digo que temos que ser pacientes e inteligentes pra agir de forma correta. Os gêmeos vão crescendo e já conseguimos identificar a personalidade de cada um e não será diferente aqui, como com a maioria das mães. Muito bom a indicação do livro, quanto mais infirmação melhor pra lidar com a situação. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Olha, acho muito difícil essa tarefa de ser "juíza" dos filhos, me aborrece demais, tenho um casal de 10 e 12 anos)! Acabo tomando partido também!Gostei das dicas, uma que já pratico é deixar que se resolvam sozinhos. Muitas vezes qdo a briga é pela televisão, pelo vídeo game (cada um tem um,mas querem o do outro entende?) eu mando que se resolvam ou ninguém vai ver a tv ou jogar no game!Rapidinho entram em um acordo, combinam um tempo e tudo se encaixa. Funciona de verdade!
    Afff, e dureza essa parte!!!Bjs, adorei o post! Vou querer esse livro!

    ResponderExcluir
  3. Oiii, muito bacana o texto, esse é um problema universal rsrr as vezes um pouco mais, as vezes um pouco menos, no meu caso um pouco menos, a diferença de 6 anos entre minhas duas filhas acho que ajudou, a mais velha sempre se viu como cuidadora da mais nova e abriu mão de muitas coisas por ela, hj estuda fora então qdo estão juntas uma com 18 e a outra com 12 ficam se curtindo muito mais do que brigando! Bjoooss

    ResponderExcluir
  4. Oi Cris, foi muito útil o seu texto! Fico super chateada quando os meus brigam, e olha que estão com 4 e 2 anos! A primeira vez que aconteceu me lembrei das inúmeras brigas que tive com a minha irmã e pensei como a minha mãe deve ter ficado chateada. Hoje tento conversar com os dois, falo que precisam ser amigos, proteger um ao outro e tem dado certo, pois diminuiu bastante e no final eles se abraçam, fico bem feliz e aliviada...
    Obrigada por compartilhar!
    Bjs
    Mari

    ResponderExcluir
  5. Chris, o meu filho é único mas eu sei bem o que são essas briguinhas entre irmãos. Tenho cinco irmãos, e entre eu e minha irmã mais nova a diferença é de dois anos de idade e apesar da gente se amar muuuuito, até hoje ainda temos umas briguinhas leves...rs (que são logo resolvidas)
    Acho que é normal, o importante no caso das crianças é a intervenção correta dos pais... muito importante mesmo.
    Gostei muito das orientações que você colocou.
    Um beijo e marailhoso final de semana!
    Lauri

    ResponderExcluir
  6. Dicas suoer importantes...
    Fico super chateada quando vejo os pais tomando partido e defendendo os filhos mais novos, sem nem saber o que aconteceu, e muitas vezes esses mesmos filhos mais novos e que estão errados rsrs...
    Temos que ter cuidado!!!
    Bjs

    ResponderExcluir
  7. e para variar encontramos dicas ótimas por aqui.......bjus

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post Chris.
    Essas dicas são sempre muito importantes.
    Beijos... Cida.

    ResponderExcluir
  9. Adorei Chris!

    Quando eu era menor, minha mãe me leu um livro chamado "Sete Necessidades Básicas de Uma Criança", que também é maravilhoso e fala muito sobre o relacionamento mãe e filhoS!

    Compreendo que não deve ser fácil ter filhos, ainda mais na fase de adolescência, mas tenho certeza que você saberá muito bem o que fazer em cada adversidade!

    Beijos, Má
    www.monmaternite.com

    ResponderExcluir
  10. Oi Chris!
    Há tempos queria ler esse post,só hoje consegui,mas foi ótimo e valeu as dicas,mas a q mais gostei foi a pergunta de quem terminou a briga essa vai ser regra aqui em casa...
    bjs!!!

    ResponderExcluir
  11. Oi Cris, irmãos são assim mesmo. A brigas são normais. Vc não brigava c os seus irmãos? Isso melhora c o tempo. Mas as suas dicas foram bem legais.
    kisses

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!