amamentação Colaboradora

A difícil arte de NÃO amamentar!

sábado, novembro 17, 2012Recanto das Mamães Blogueiras

 Por Tatty Nunes, do blog Diário: Mãe de Primeira Viagem


    


Eu quero contar para vocês a minha maior tristeza desde que me tornei mãe:
 "Não conseguir amamentar meu filhote".

Quando estava grávida achei que amamentar fosse fácil, achei que daria tudo certo... Comprei cadeira de amamentação, sutiã para amamentar, absorvente de seios e sei lá mais quantas coisas para esse momento tão especial... Pois queria muito amamentar meu bebê, não só pelos benefícios do leite materno, mas sim pelo afeto entre mãe e filho que gera neste momento. Não estava nem ligando se os seios iriam cair, se iria doer, se iriam empedrar... só queria amamentar!

Mas quando Heitor nasceu, devido ao meu parto ter sido cesárea  e programado (não tive contrações),  meu leite demorou a descer e além disso meu peito  tinha o bico plano, melhor dizendo, não tinha bico (e olha que fiz as massagens durante toda gravidez que meu ginecologista mandou... )com isso não consegui amamentar. 
Não desisti fácil, tentei varias vezes naquele dia, mas quando chegou a noite ele chorou tanto que tivemos que leva-lo ao berçário para as enfermeiras darem o complemento que é o leite Nan. Depois disso tentei mais varias vezes,  mas sempre tendo que complementar.

Em casa que foi o maior sofrimento porque ele não pegava de jeito nenhum e tomava uma mamadeira de 30ml  em menos de 30 segundos. Passou fome, pois quando saiu do hospital eles orientaram a continuar a complementação de 30 a 40 ml, mas isso não sustentava ele. 
Só depois a pediatra falou que podia dar mais, o quanto ele queria e até sobrar um pouquinho. 

Neste processo fiquei quase doida, ele chorava e eu chorava com ele. Comprei tudo que me falaram, vários tipos de bico de silicone, bombinha de tirar leite. Primeiro tirava só um pouco de leite para fazer o bico para ele chupar, mesmo assim ele não queria e tive que tirar o leite na bombinha e dar na mamadeira,  e pela falta de sucção o leite só foi secando. E o pior ainda estava por vir, meu dente siso inflamou muito, doía tanto que não dava nem para abrir a boca. A única solução foi tomar antibiótico e anti-inflamatório para fazer a extração,  com isso tive que parar de amamentar o pouco que estava dando na mamadeira .

Devido a tudo isso não pude amamentar, me senti muito mal, incapaz, chorei, me sentia culpada de não tentar mais e não ter feito mais aquelas massagens... Mas depois que conversei com a pediatra ela me tranquilizou disse que eu era uma ótima mãe, que estava fazendo muito mais que muitas mães que nem faziam questão de amamentar. Só depois disto que minha culpa diminuiu um pouco...

Se puder dar um conselho para as mamães: tentem amamentar seus filhos, pois isto é um ato de puro amor. E para as mamães que não puderam com eu, não se culpem, pois a gente passa esse amor de outras maneiras, através da mamadeira quem sabe... rsrsrsrsrsr...e seja feliz com seu filho que é o mais importante!! 


Tatty por Tatty: "sou Tatiane, mais conhecida como Tatty, mineira, ariana, menina, mulher, filha, esposa e mais recentemente MÃE... a melhor parte da minha vida! A oito meses descobri como é bom ser mãe, e a uns dois meses decidi expressar essa minha nova paixão, que não cabia só no meu peito, então decidi criar um blog para falar deste imenso amor que existe entre mães e filhos. No Diário: Mãe de Primeira Viagem conto a minha experiência de ser mãe e principalmente de cada momento do crescimento do meu filho, com o intuito de ajudar outras mamães que como eu, são mães de primeira viagem..."

Participe também deste espaço enviando email para recantodasmamaes@yahoo.com.br

VEJA MAIS POSTAGENS

15 comentários

  1. Oi Tatty!! Imagino sua tristeza em não poder amamentar. Acho que poucas são as mães que não conseguem e não se frustam (mas existem, certo dia quando amamentava meu pequeno uma louca varrida me disse que eu era maluca de ficar estragando meus seios e que a melhor invenção do mundo foi a mamadeira, pode isso?).
    Bom mas, a culpa sempre existe né, vem no pacote mãe, sem direito a devolução, mas fico feliz em ver que agora vc conseguiu aceitar melhor e está aqui contando pra gente. Com certeza vai confortar muitas mamães que passaram e estão passando pelo mesmo.
    Beijos

    ResponderExcluir
  2. Meu Deus, imagino o que vc deve ter passado... Pra mim tmbém não fácil assim como a maioria das mães, pois é um aprendizado para os dois tanto para o bebê quanto para mãe, pois eles não vem aprendendo a mamar e ai começa os machucados e tem que ser forte e qrer mto amamentar pq se não a mãe desiste (claro não foi seu caso)... mas qndo começou a sangrar meu seio pensei em desistir, mas graças a Deus fui firme e consegui!! Parabéns pelo texto, bjs

    http://historiadeumamae.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Ai, nao posso nem imaginar o que voce passou flor, sinceramente eu nao sei o que seria de mim hoje sem poder dar mamar pro liam, mas acredito que voces fizeram do momento da mamadeira um momento de voces também, se tiver mais filhos tente arrumar outros meios, quem sabe nao deu certo, mas da certo agora?Sempre achei que bico de silicone dava jeito =O tipo existe umas conchas que dizem que ajuda né...o importanteé que voce tentou ao máximo, pior é que nem tenta!

    ResponderExcluir
  4. Tatty, eu sei o que é isso, eu tbm passei por isso. Comprei tudo esperando aquele momento e ele não aconteceu. No começo fiquei triste e me senti culpada. Essa passou.
    Depois veio uma culpa MUITO PIOR, pq quase deixei ele morrer de fome, fuim além dos nossos limites, na tentativa de uma amamentação linda e prolongada como vemos na tv.
    Essa ainda não passou por completo, mas está bem mais leve. Falar sobre isso, inclusive no blog, ajudou bastante!
    Se quiser conhecer como foi conosco: http://odonodomeumundoazul.blogspot.com.br/2012/04/e-comigo-foi-assim.html

    Beijos

    ResponderExcluir
  5. Tstty como é complicado né? Tb achei q era fácil, fiz muitas coisas erradas, mas descobri a relactação qd ele tinha menos de 3 meses e faço até hoje, logo vai completar 11 meses que faço. Amo amamentar e queria saber naquela época td q sei hj.
    Bjs

    http://matheusmeucoracao.blogspot.com.br/#

    ResponderExcluir
  6. Tatty, não é nada fácil né? Imagino mesmo que você tenha ficado triste. Eu concordo com a Meriene lá em cima, tenho certeza que vocês fizerem esse momento de vocês, mesmo sendo com a mamadeira.

    Gostei do seu conselho, o importante é não se culpar.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  7. Amigas, tem sorteio lá no blog em comemoração dos dois anos
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Thaty, que bom poder compartilhar experiência, né? Espero que vc não se sinta culpada... O amor não vem só pela amamentação ao peito... mas por amar, acima de tudo!!!!

    ResponderExcluir
  9. Estou amamentando meu segundo filho pq insisti muito pra dar certo, mas não consegui amamentar minha primeira filha apenas com meu leite e tive que complementar. Ela berrava de fome. Era desesperador! Tbém sofri muito, pq a gente acha que somos incompetentes, mas não é assim. O amor de mãe é incondicional e pode ser transmitido de várias outras formas. Ninguém é menos mãe por não amamentar. bjs Camila

    ResponderExcluir
  10. Olá Thaty, eu também não consegui amamentar meus filhos por muito tempo. O primeiro tive que voltar a trabalhar e o segundo tinha que cuidar do primeiro,então dei de mama por 6 e 3 meses.
    Beijocas
    Cris Chabes

    ResponderExcluir
  11. Oi Queridas mamães que comentaram! Realmente no começo a culpa existe e muito... mas depois percebi que não adianta ficar me culpando, pois fiz tudo que podia e o melhor era ser feliz com meu bebê!E muito obrigada pelo seu carinho de todas vocês e já fico muito feliz em saber que posso está ajudando outras mamães que estão passando por isso também!
    Adorei ter participado!
    Bjos no coração de todas vocês!
    Espero vcs no meu blog!
    Tatty
    http://diariomaedeprimeiraviagemtatty.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Oi Tatty!
    Realmente, é muito gostoso amamentar, mas nem sempre é possível, por isso as mamães que não conseguem não tem mesmo que se culparem.
    Como você escreveu, tem outras formas de passarmos amor pra eles.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  13. Oi querida ... primeiramente muitíssimo obrigada por compartilhar sua história conosco! Tenho certeza que muitas mamães sofrem o que você sofreu e não conseguem superar, seu desabafo nos faz entender que temos dificuldades da maternidade real!

    Eu não amamentei, na verdade, acho que não quis amamentar e inventei circunstâncias e situações para esconder o fato de que eu não queria! Hoje tenho muita vergonha disso, mas sei que é importante compartilharmos as dificuldades ... a maternidade nunca será uma facilidade como a novela mostra!

    Beijos, Má
    www.monmaternite.com

    ResponderExcluir
  14. Tatty, que coisa difícil essa da amamentação! No meu caso, durante a gravidez, pensava que se minha filha não pegasse o peito, não ligaria. Que ilusão! Como você, fiz cesárea e oleite demorou a descer. Manu tomou complemento já na maternidade. Só que, diferente do seu caso, ela não largou o peito. Porém, depois de passar por um stress grande, minha produção diminuiu muito, e tive, da mesma forma, que aumentar muito a quantidade de complemento. Hoje, Manuela está com 2 meses e 20 dias e eu estou na luta pra ela pegar só peito. Houve dias horríveis, nos quais ela, praticamente só mamou Aptamil. Esta semana consegui inverter. A maior parte foi lete materno. Quero muito conseguir. Como amamentar é bom!

    ResponderExcluir
  15. Para as maes que buscam apoio para amamentar indico: http://www.possoamamentar.com.br/, http://www.amigasdopeito.org.br/, http://www.llli.org/, http://www.amamentartudodebom.com.br/2012/07/10/bollletim-la-leche-league-brasil-maijun-2012/, entre outros sites de apoio e consultoria. Ressalto que o parto normal é um facilitador para a amamentação. Cesarias agendadas realmente tornam a amamentação mais dificil como pude ler nos relatos acima. Lembro q o parto normal aida oferece inúmeras vantagens. Não ter dilatação significa apenas que aidna não está na hora. Uma gravidez pode durar 42 semanas ou mais! A minha durou 42s e 5 dias e pude entrar em trablaho de parto e amamentar meu filho até 3 anos! Não exite: se seu medico quiser lhe induzir uma cesaria marcada ou lhe fazer terrorismo, procure um grupo de apoio ao parto e outras opniões. Há mulheres q chegam a consultar mais de 8 mesdicos para conseguirem um parto normal,, mas garanto: VELE a PENA!!! E para quem teve uma cesaria, é muito possivel um parto normal! Quem quiser falar mais: denise.araujo22@yahoo.com.br

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!