Blogosfera Materna Meu blog no Recanto

"Mamãe Neura" no Recanto

sábado, setembro 28, 2013Recanto das Mamães Blogueiras


Hoje em mais uma edição da coluna Meu blog no Recanto, quem nos apresenta seu blog é a querida Luisa Aranha, a mamãe neura:





Luisa Aranha:
Jornalista por profissão e vocação, mãe da Eduarda (16 anos) e do Pedro Henrique (6 meses), neurótica em potencial e uma internauta fissurada.







Quando nasceu a Mamãe Neura?


O PH nasceu antes do que deveria, numa madrugada em que minha bebê (ela tem 16 anos mas ainda a chamo de bebê) saiu para uma festinha e o marido estava de serviço no quartel. Detalhe: o quartel em que meu marido servia ficava há, somente, 140 km de onde morávamos.

Mas voltando a madrugada do PH, acordei com a sensação de que tinha tirado a rolha de uma espumante de dentro de mim. Levantei para beber um copo de água e quando percebi eu estava toda molhada. Eram 4 da manhã e eu tonta de sono, jurei que tinha feito xixi nas calças. Calmamente liguei o chuveiro, tomei um banho e só pela metade do banho me dei conta "putz, a bolsa estourou!" Sem pânico, peguei tudo que era meu (estava com as malas prontas desde o quarto mês porque tinha surtos de imaginar que chegaria o momento e meu marido teria que achar as coisas), chamei um táxi e fui para a maternidade. Chegando lá, tentei ligar pra minha bebê, que obviamente não atendeu. Avisei meu GO e avisei o maridão.

O parto foi normal e induzido. Essa história da indução a gente fala outra hora porque rende um post inteiro, só sobre a dor do bendito sorinho. Mas enfim, PH nasceu feliz e saudável e apesar de ter se adiantado umas 4 semanas, não precisou de UTI pois tinha peso suficiente.

No dia seguinte fomos para casa e acho que foi nesse dia, na chegada em casa, que a mamãe neura incorporou em mim. Todas as minhas teorias e técnicas maternais que tinham dado tão certo com a Duda se foram para o ralo. Duda mamava 15 min e dormia feliz. PH ficava uma hora na teta e apagava, mas era só colocar no berço que começava o berreiro. Além disso, que me deixava desesperada, ele apitava. Sim, ele tinha vindo com um apito acoplado e no meio dos berros, quando cansava de mamar ou ficava ofegante aquele pequeno sinalizador ficava ressoando desesperadamente.

Como qualquer mãe conectada me fui pro Dr Google e não havia jeito de achar absolutamente nada sobre o assunto. "Meu Deus isso só pode ser algo muito sério e raro, não tem informações sobre o assunto!"
Pediatra nem bola deu, disse "é normal", normal o @#%$*&! Na outra consulta, quando meu desespero estava muito maior pois o PH seguia apitando, não mamava direito e não ganhava peso ele me explicou do que se tratava uma coisa simples, mas com um nome horroroso: laringotraqueomalácia. Ou seja, por ele ter nascido antes do tempo, a cartilagem que segura a laringe não tinha se formado completamente e isso fazia aquele barulho de apito. Isso também tirava as forças dele ao sugar e por isso ele nunca estava saciado e chorava tanto. Foi aí que meu caso de amor e ódio com o NAN começou, mas isso  também é outra história.

Então com o passar dos meses fui amadurecendo a ideia do Mamãe Neura. Minhas neuroses, dúvidas bobas, medos, conquistas, curiosidades, coisas que estou descobrindo e aprendendo nessa segunda maternidade, que pela diferença de idade deles, é como se fosse a primeira.

O blog está aprendendo a engatinhar, é tão novinho como o PH, mas lá já tem bastante coisas legais, como isso do apito e meu caso com o NAN. Além de histórias de outras mães, como a de uma tetraplégica que teve sua bebê de parto normal e a triste história de Helena, uma bebê de 17 dias que faleceu por falta de leito em UTI neonatal.

Convido a todas para passarem por lá e darem uma espiadinha, e se gostarem, voltem outras vezes, porque a gente também tem uma coluna semanal com psicóloga e outra com uma jornalista de moda.
O Mamãe Neura está de portas abertas para receber todo mundo e todas as nossas neuras, afinal toda mãe é uma neurótica em potencial, e não importa a idade da cria.

Fanpage: Mamãe Neura

Participe também da coluna Meu blog no Recanto, envie um email para recantodasmamaes@yahoo.com.br

VEJA MAIS POSTAGENS

5 comentários

  1. Luisa,
    Todas nós em graus diferentes passamos por alguns "apuros" com os pequenos.
    Mas acreditava que na segunda experiência seria tudo mais tranquilo. rs
    Muito bom seu relato.
    http://feitocomcarinhodemae.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. nossas experiência nesse mundo materno
    que faz nosso blog crescer, parabéns
    pelo relato
    linda manhã
    bjs
    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. indo conhecer e conferir tudinho
    bjs!!
    Carlah Ventura
    Blog: Intensa Vida

    ResponderExcluir
  4. Adoro o Mamãe Neura ... blog cheio de posts maravilhosos!


    Beijos,
    Te espero no Mamãe de Salto

    ResponderExcluir
  5. Gente, descobri hoje que tinha saído por aqui! Obrigada as meninas do Recanto pelo espaço! E obrigada a todas pela paciência de me ler! Bjos!!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!