direitos Mamãe Camila

Aumento da licença-paternidade e maternidade. Justo e necessário!

sexta-feira, abril 10, 2015Camila Vaz


Imagem retirada da internet


Sabemos da importância dos pais na vida de um bebê, principalmente nos primeiros meses de vida. 
Atualmente, a lei garante apenas cinco dias de licença-paternidade para o pai trabalhador e 120 dias de licença-maternidade para as mamães trabalhadoras.
No entanto, o senador Alvaro Dias (PSDB-PR) apresentou uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC 41/2015) com o objetivo de ampliar a licença-paternidade para 30 dias e a licença-maternidade para 180 dias (06 meses).
O maior benefício da ampliação da licença-maternidade, de 4 meses para 6 meses seria o fato que as mamães ganhariam mais possibilidades de estender a amamentação exclusiva até os seis meses de vida do bebê. 
Quanto aos papais, teriam mais tempo para ajudarem, estreitarem o vínculo e curtirem esse momento tão único e especial.


É ou não é um direito justo e necessário? Vamos torcer para dar tudo certo.

Camila Vaz
Blog Mundo de Palavras

VEJA MAIS POSTAGENS

4 comentários

  1. Eu sinceramente acho justíssimo! Para as empresas é que não é grande negócio já que o colaborador se afastará 2 meses no ano (férias e licença), mas como futura mamãe eu concordo, concordo e concordo. É muito importante a presença do pai no primeiro mês. Apesar de que do jeito que meu marido é "workaholic" tô achando que nem os 5 dias que já são de direito ele vai querer usufruir... e isso me deixa mto chateada.

    ResponderExcluir
  2. Também acho justo e poderia ser aprovado igualmente, pois por enquanto, a maior incidência está no serviço público e poucas empresas privadas têm a licença estendida para seis meses. Também sou a favor da presença do pai por mais tempo, afinal a chegada de um bebê é um momento de adaptação para ambos e o pai poderá curtir mais esses primeiros dias.
    Bjs,
    Larissa Andrade.

    http://maternidadeecotidiano.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  3. Eu gosto dessa ideia, é justíssimo as mães ficarem 6 meses com seus bebês... nossa, que isso entre logo em vigor. Já 1 mês para os pais não sei se vão aprovar. Eu acho certo, mas não sei se as empresas concordarão, a pressão vai ser grande. Seria ótimo se os pais pudessem aproveitar ao máximo o tempo com os seus filhos, é muito necessário isso.
    Beijos.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  4. Oii.. Estou passando para divulgar meu blog, Rodando Bolsinha!
    Pelo nome será que dá pra imaginar do que se trata! Mas muito mais do que relatar minha experiência como garota de programa, quero mostrar que somos mulheres comuns, que tem planos, sonhos e objetivos!
    www.rodandobolsinha.blogspot.com

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!