Para pensar

Agradecer

terça-feira, outubro 26, 2010Bia

Passei a noite em claro. Pensando no que aconteceu com a Aline, e pensando em como sou fútil, em como me atenho a coisas pequenas e sem fundamento e me esqueço do simples, e de quanto devo agradecer.

Não sou do tipo que vai a igreja, na verdade sequer tenho religião, mas creio em um Deus sem rosto, de pura energia, que é o mesmo para todos, independente de que tipo de templo frequentam.  E é a esse Deus que eu agradeço.


Agradeço por ter um marido que é um companheiro e pai maravilhoso, um filho querido e saudável, uma família pequena e unida, uma casa, um trabalho, e mais de uma profissão.
Agradeço por ter acordado hoje de manhã e ter recebido um sorriso carinhoso do meu filho. Agradeço por poder amamentá-lo, dar colo a qualquer hora do dia, poder levá-lo junto ao meu trabalho, morar em uma cidade pequena e segura, onde podemos sair juntos sem nos preocuparmos com a violência, onde não existem enchentes, tornados, violência.
Agradeço por ter amigas queridas e uma família maravilhosa.
Agradeço por me deixar ver exemplos como o da Aline, que foi guerreira e manteve sua fé inabalável do início ao fim, e me permitiu parar e pensar no quanto tenho aqui, no quanto eu preciso agradecer.

Me falta isso, momentos de agradecimento pelo que tenho aqui. Sou grata mesmo, sou feliz, realizada, e meu maior pecado é não aproveitar isso tudo ainda mais. É por isso que eu não economizo a frase eu te amo, digo a todos, pois só quem já perdeu alguém sabe como é a sensação de não ter dito tudo, de não ter abraçado o suficiente.


E você, já agradeceu pelo que tem aí?

Um abraço, e um pouco do meu amor a cada uma de vocês.
Bia

VEJA MAIS POSTAGENS

12 comentários

  1. Também acho que falta agradecer.
    Sempre queremos mais e nos esquecemos daquilo que já conquistamos.

    Parabéns pelo texto e pela iniciativa do agradecimento.

    Beijo!

    ResponderExcluir
  2. Foi através dos blogs amigos que eu soube do acontecido com a Aline, da luta do valente Théo. Fiquei muito comovido. Temos mesmo que agradecer a todo momento. Temos muita sorte, somos muito abençoados, e quando temos dificuldades Deus nos cuida, conforta, acolhe...
    Abraço, Bia!


    “Para o legítimo sonhador não há sonho frustrado, mas sim sonho em curso” (Jefhcardoso do http://jefhcardoso.blogspot.com)

    ResponderExcluir
  3. Belo post, Bia. É nessas horas de dor, sejam nossas ou dos outros, que passamos a valorizar ainda mais as coisas simples da vida. Às vezes, o mais simples é o mais importante e o que mais nos preenche. Porém, com a loucura do dia-a-dia, esquecemos de valorizar isso. Vc fez uma bela pausa para reflexão e nos ajudou a pensar sobre isso tb...

    ResponderExcluir
  4. Olá! Adorei conhecer o blog de vcs!! Pena que cheguei nessa hora tão complicada!!Mesmo assim, vou voltar várias vezes!
    Abs
    Carla

    ResponderExcluir
  5. precisamos nos lembrr de agradecer sempre.

    bjo

    ResponderExcluir
  6. Eu ainda estou abalada com a situação da Aline. Não dá para fazer nada, mas torço por ela.

    Míriam - redatora do Blog Maria Barriga
    mariabarriga.blogspot.com
    @MaBarriga

    ResponderExcluir
  7. A Danila do blog http://infanciaibitita.blogspot.com/ e que te linka no espaço dela plagiou um texto meu, ou seja, copiou na maior cara de pau os meus sentimentos em relação À MINHA GRAVIDEZ como se fossem dela. Fiquei muito chateada pois isso não deve ser feito na blogosfera. Temos que ter um mínimo de ética e ao menos colocar o crédito. Peço que avisem ela que isso é muito feio e não pode ser feito. Veja bem o meu texto foi escrito e postado em 29 de setembro e o dela no dia 3 de outubro!
    Se quiser saber mais de tudo, veja no meu blog e repare ainda na indignação das outras blogueiras. www.patriboudakian.blogspot.com
    Um beijo e obrigada!

    ResponderExcluir
  8. Diariamente tento ter uma atitude grata amiga... mas é sempre bom alguém nos dar um click assim... bjos.

    ResponderExcluir
  9. Uma coisa que eu aprendi com as minhas andanças é que a gratidão é muito mais eficaz que o pedido. Quando a pessoa se sente grata pelo que já tem, conseguir outras coisas se torna muito mais fácil. Desde que aprendi isso, sempre que lembro, sempre que me sinto grata expresso isso numa oração. Mas o fato é que depois do que aconteceu com a Aline eu me senti culpada por um dia antes ter chorado por causa de dinheiro. As coisas são realmente pequenas e fúteis perto da alegria de ter um filho saudável e da tristeza de perder alguém. Não posso imaginar o que ela está passando, por isso nem vou falar mais nada.

    Beijos

    ResponderExcluir
  10. Dizem que so damos valor a algo quando realmente precisamos ou perdemos...
    Meu marido me ensinou a ser feliz com a vida que levamos, pois temos demais que muitas pessoas nao tem. Agradecer é extremamente importante.
    Depois do que aconteceu, a cada abraço ou olhar que dou em milha filha, meus olhos se enchem de lagrimas e da uma imensa alegria.
    Eles foram e continuam sendo fortes.

    ResponderExcluir
  11. Olá, meninas! Que bom esse blog, não sou mãe, sou tia, algum problema?

    Gostei muito desse texto, é smepre bom lembrarmos de agradecer entrei aqui e fui lembrada disto!
    Obrigada por me proporcionarem esse moemnto.

    Quero aproveitar a visita pra convidar vcs a visitar um blog de uma amiga que é ótimo, tenho certeza de que vcs vão gostar:

    http://wwwmae24hs.blogspot.com/

    E também, pra convidá-las a visitarem o meu:

    http://tende-animo.blogspot.com/

    Parabéns pelo belíssimo trabalho aqui, beijos em vcs!

    Paz e bem =)

    ResponderExcluir
  12. Já passei por uma dor tão grande assim.
    Agora que tive meu segundo filho, cada momento que passou com ele, amamentando, cuidando, dando colo, é saboreado com muita alegria e realizacão. Não só nas grandes coisas, mas nas pequenas também vemos Deus. E são nas coisas simples e com amor que encontramos a verdadeira felicidade.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!