Dani Garcia

No banheiro com a babá

sexta-feira, março 11, 2011O mundo da Dani

No banheiro com a babá

"Mãe,quéio fazê xixi". Foi o que Cerejinha disse quando já estávamos saíndo do shopping. Saímos as duas correndo, de mãos dadas, desviando de uma enorme fila que se formara para entrar nos cinemas.

Chegamos ao banheiro. Outra fila. "Eu tô apeitada, mamãe", "espera só um pouquinho filha, olha só tem 4 pessoas na nossa frente". Achei que alguém poderia se sensibilizar, afinal de contas, criança não consegue segurar o xixi tanto tempo quanto um adulto. Mas qual nada! Ninguém sequer nos olhou de soslaio.

Na nossa frente uma moça bem magrinha, segurava uma menininha no colo. A menininha também era magrinha, miúda, mas pela conversa aparentava ter mais de três anos.

A menininha beijava a moça e brincava com seus cabelos presos em um rabo de cavalo.

A moça estava cansada, mas tinha uma doçura no olhar. A menina conversava com ela, às vezes abraçava e a moça correspondia a conversa, até lhe beijava no rosto.

As as duas primeiras mulheres da fila devem ter ficado constrangidas e foram bem rápido ao banheiro, para que a menininha e também a Cerejinha pudessem se aliviar.

Enquanto eu ajudava a minha filha a sentar no vaso, a menininha do outro lado era ajudada por sua babá.

E que babá!

Camiseta branca. Calça de brim branquíssimo. Tênis alvo como a neve.

Mas o que chamava atenção não era o branco do uniforme. Era o branco da aura.

Na saída ouvi: "vamos lavar as mãozinhas e correr, porque a sua mãe já deve estar brava com a nossa demora".

Não sei se a menina abraça, beija e conversa com a mãe dela como faz com a babá - felizmente a mãe dela pode comprar o serviço daquela babá, que demonstrou não estar alí somente pelo salário, mas nutre pela criança um carinho bonito, gostoso de ver e ouvir.

Ainda bem que para estas crianças existem estas babás. Claro, nem todas têm sorte de encontrar uma assim.

O dinheiro compra quase tudo. Menos amor de mãe.
Esse post maraaaaaaaaa foi a Priscila que escreveu la do blog http://blogdemaeefilha.blogspot.com/
Ahhhh hoje é meu niver, 26 aninhos.... venham comer cupcake....rsrs
bjusssssssss

VEJA MAIS POSTAGENS

13 comentários

  1. Dani, o mais difícil hoje é justamente encontrar uma babá que goste de brincar com a criança, que entre nas suas fantasias, que dê carinho, atenção, sem que isso signifique uma obrigação. Fazer o serviço direito é mais fácil do que encontrar alguém que realmente crie laços com nossos filhos!

    Um beijo querida, já passei lá no seu blog!

    ivana

    ResponderExcluir
  2. Vínculos afetivos são tão importantes quanto os cuidados essenciais e ainda, deixam o "trabalho" muito mais gostoso!!
    Mas fiquei me perguntando, será que a mamãe dessa menina não teria ciúmes dessa babá?
    Acho que eu teria, kkkkkkkkk!!! Mas seria alguém assim que escolheria pra ficar com minha filha!!!
    Parabéns aniversariante!!!

    ResponderExcluir
  3. Essa menina tem sorte de ter uma boa babah, mas tenho pena dela pq me da a impressao q a babah tomou o lugar da mae, nao por mal, mas pela situacao. Aonde entra a mae na equacao. Nao estou julgando soh comentando. Pq a mae nao leva a menina no banheiro? Nao entendo pq levar a babh o shopping. Eh tam bom passar tempo com os nossos filos sozinhos, se divertindo
    bj

    ResponderExcluir
  4. Feliz Anivesário!!!! Tudo de bom!!:)

    ResponderExcluir
  5. Parabéns para você menina/mãe/mulher/guerreira/amiga que conheci neste lindo recanto.
    Que Deus te cubra de bençãos e de anos de vida para que você possa acompanhar o crescimento dos "filhos....." hahah.
    Deus te ilumine.

    Quanto ao posto amei. Até eu queria uma babá as vezes, para cuidar de mim.

    Beijocas

    Cris Chabes

    ResponderExcluir
  6. Eu tive essa sorte! A baba da Bia é um amor, a Bia adora ela. Muito cuidadosa com tudo, roupinha, comida, horarios. Mais o que mais me deixa feliz é o senso de familia, ela é super familia, tem 2 filhos maravilhosos. Esta sempre pacienciosa, animada, e minha princesa sempre feliz da vida!
    Eu sou mae integral, sou sim, depois do trabalho a Bia é toda minha!!!!
    Beijos no coração.
    Madri

    ResponderExcluir
  7. me deu um negócio só de pensar na minha filha trocando carinho assim com alguém que não fosse eu. tô fora! não é pra mim não...

    ana amaral
    http://maedevenus.blogspot.com

    ResponderExcluir
  8. FeLiZ AnIvErSáRiO!
    Sinceramente, hoje em dia, nesse mundo dos avessos, amor de mãe está sendo fácil de se comparar viu... Afff...porém ainda bem que existem algumas pessoas capazes de "suprir" essa ausência, seja vovó, babá ou pai! ;)

    ResponderExcluir
  9. Olá gurias!
    Obrigada por publicarem o texto aqui no Recanto! Adorei.

    E deu para ver que a gente que é mãe mesmo sente a mesma coisa quando vê/lê/ouve casos do tipo, do vínculo da babá com a cça.
    Eu que estava no banheiro, com a minha filha, senti pena da menina sim, mesmo ela tendo uma super babá, mas senti mais pena da mãe.

    ResponderExcluir
  10. obrigadaaaaaaaaaaaaaaaaaaa pelos parabens amigas queridasssssssssss...
    meu dia fica ainda mais especial com o carinho d vcs..
    bjussss

    ResponderExcluir
  11. Parabens Dani,tudo de bom para vc amiga!
    Oba, todas convidadas para a festinha na casa da Dani! kkk

    Gostei do post!
    beijinhos

    ResponderExcluir
  12. Adorei o post.
    Eu trabalho fora e sou uma mãe super presente.
    Tenho aqui em casa duas pessoas que me ajudam. E justamente por ter essas pessoas eu tenho mais tempo para as minhas filhas.
    Tive muito cuidado e critério na hora de escolher as moças que iriam trabalhar aqui em casa e fico muito feliz quando percebo que as minhas filhas adoram essas pessoas.
    Nesse período de carnaval eu dei os dias para uma delas descansar. Ontem a Sofia fez um desenho para a Nini e escreveu "Te amo". Fiquei muito feliz, isso me dá segurança na minha escolha, me dá confiança.
    Pode existir os dias lados da situação:
    - A mãe que realmente terceiriza a criação dos filhos e o amor pela babá é uma substituição do amor da mãe.
    - A mãe que conta com uma ajuda nas funções delegáveis, ficando assim mais disponível para a educação, decisões, brincadeiras, cuidados, apoio, etc... E essa criança contar com mais uma pessoa para amar e ser amada.

    Mais uma vez, amei o post.
    beijos
    Chris
    http://inventandocomamamae.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  13. Adorei o post!
    Também conheço algumas babás maravilhosas.

    DANIIII!
    Parabéns querida pelo seu aniversário.
    Você é muito especial.
    Beijos e fica com Deus!

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!