Dani Garcia

Contrato de madrinha

sexta-feira, outubro 21, 2011O mundo da Dani

A escolha da madrinha não é uma escolha fácil. A madrinha é aquela pessoa a quem confiamos o nosso bem mais precioso e sou super a favor que as madrinhas assinem um contrato, algo simples, mas que garanta as mães tranquilidade quando as madrinhas estão com os bebês. 
O que vocês acham? Sou muito neura, ou as madrinhas tem que assumir algumas responsabilidades no papel, por que não?
Sendo assim, o contrato é unilateral, claro, onde os pais a mãe expõe todas as suas vontades para a madrinha, ela assina sem ler, e muito menos sem reclamar, tudo em nome do afilhado(a) lindo(a)!
A madrinha deve:
* visitar o afilhado no mínimo 1 vez por semana;
* aceitar as recomendações da mãe sem falar nada, e nem pensar em contrariar a mãe, mesmo quando ela não está por perto;
* ter a certeza que ao levar o bebê para passear a mãe estará espiando na janela, portanto aja com naturalidade e faça de conta que ninguém está olhando,entendido?
* ser uma madrinharazzi, ter a câmera fotográfica sempre a mão para não perder nenhum momento do afilhado e lógico, mandar as fotinhos para a mãe o quanto antes;
* conhecer e cantar as músicas infantis favoritas do afilhado, galinha pintadinha e palavra cantada, nem precisa ser afinada, desde que cante com o coração;
* saber trocar fraldas, sem fazer distinção ao conteúdo da mesma;
* saber quantos dentes o afilhado tem, e se preciso for tem que saber como escová-los;
* fazer papinhas gostosas e saudáveis, no mínimo as de frutas, e claro não querer competir com as papinhas da mamãe, que são as melhores papas do mundo;
* nem pensar em dar balas, pirulitos, refrigerantes, salgadinhos, bolachas recheadas, só o que a mãe daria para o bebê;
* ler histórias imitando os sons dos animais e as vozes dos personagens, e ter paciência de contar a história mais de uma vez, de novo não querer contar histórias melhores que a mãe, já disse que ela é a melhor em tudo?
* na hora da vacina tem que ser muito mais forte que a mãe, e não pode chorar mais que o bebê, senão já viu, não basta a mãe cuidar do bebê terá que cuidar da dinda...;
* ter disposição para passear, brincar, subir e descer escadas, sem parar e por tempo indeterminado;
* prever qualquer situação de perigo e proteger o afilhado de tudo e todos;
* ter todo o amor do mundo, não cansar de olhar para o bebê, nem de ouvir a mãe falar do bebê o dia inteiro.
A madrinha do Antônio só podia ser ela, não tinha como não ser, ela é a madrinha mais carinhosa, mais linda, mais babona do mundo, e juro que ela assinou esse contrato acima, tudo por ele,né?rs 
A madrinha é muito especial na vida de qualquer criança, e tenho certeza que fiz a escolha certa. O padrinho eu nem falo muito porque ele mora longe e é presente do jeito dele, mas deveria assinar o contrato também. Dizer que tenho sorte de tê-la nas nossas vidas seria pouco, temos muita sorte, já estava escrito, porque além de comadre, amiga, irmã ela é a melhor dinda do mundo!


Esse post maraaaaaaaaaaaaa foi a Angi q fez 

Eu acho q ser madrinha é algo muitooooooooooooo importante...
pena q nem todas madrinhas pensem assim... pra mim, madrinha é a segunda mãe...
eu ganhei um afilhadinho no dia 10 de outubro, o Daniel é um principeeeeeee
Eu disse pra mãe dele esses dias:
-cibele, quero que vc saiba, que vou cuidar e amar seu filho, assim como amo o meu..
saiba que serei uma segunda mãe pra ele
conte comigo em todassssssss as horas, que a distancia de estados, não impeça que eu seja muito presente na vidinha dele..
Que voce possa saber q sempre cuidarei do teu filho como se fosse meu....

e é isso que espero das madrinhas do meu filho tb....
E que assim seja..
Amem

Beijosssssss da dinda babona
Dani Garcia

VEJA MAIS POSTAGENS

9 comentários

  1. Olha, adorei esse contrato e assino embx sem pestanejar!!!Pena q já escolhi a madrinha da minha filha,e sinceramente não fiz uma boa escolha...Mais agora já está feito né?bjks

    ResponderExcluir
  2. beth...é q as pessoas nao entendem o verdadeiro sentido do ser madrinha...mas nós como madrinhas podemos mostrar como é q se faz né.. quem sabe elas aprendem..rsrs

    bjusss

    ResponderExcluir
  3. Dani como comentei lá no blog da Angi... Eu tive super convivência com os meus padrinhos e brincávamos que era MÃEdrinha e PAIdrinho... :)
    A minha escolha de madrinha pra minha Laura foi certeira.... Eles são bem presentes na vidinha dela...
    grande beijo
    Carol

    ResponderExcluir
  4. Achei super divertido o texto da Angi...rsrs, o filhinho dela tem uma madrinha de ouro!
    É verdade Dani, ser madrinha é um papel importante mesmo, seu afilhadinho é muito lindo, e pelo que conheço de você tenho certeza que você é suuuper presente.
    beijos

    ResponderExcluir
  5. Boa noite, tô passando aqui pra divulgar um sorteio que Atelier Graça Veloso está realizando de um conj. de 3 peças para bebês, composto de toalha de capuz, babadouro e toalha de mão. Inscrições até o dia 26/10. Não perca!!!
    http://www.atelierveloso.com/

    Aguardamos sua visita e inscrição!!!
    Corra logo que faltam poucos dias para o sorteio!!!

    ResponderExcluir
  6. Que fofo esse post! rsrsrs... muito divertido também!!!
    Angi, parabéns pelo post e pela escolha da madrinha.
    E que você Dani ame cada dia mais o teu afilhadinho.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. É... no meu caso específico,tem sido difícil um meio termo...mais vamos seguindo né?bjks

    ResponderExcluir
  8. Dani, eu tenho uma madrinha. Ela é irmã da minha mãe e somos muito unidas!
    Ela é uma mãezona pra mim e temos confidências, coisa só nossa!
    Ela é super mãe e amiga!
    Beijos, Genis ♥

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!