Mamãe Andréia relacionamento

Você está acomodada demais?

terça-feira, junho 19, 2012Andreia Sales

Você está acomodada demais?

A zona de conforto é tentadora, mas insistir em permanecer no mesmo lugar por preguiça de mudar pode ser o passaporte para a infelicidade. Saiba como vencer essa barreira

 Publicado em 15/06/2012 Reportagem: Ricardo Régener - Edição: MdeMulher

Sentir preguicinha vez ou outra não é pecado mortal. O grande mal é quando isso vira regra na vida e você perde a vontade de fazer todas as coisas de que precisa. Quando não nos policiamos, corremos o risco de nos acomodar diante de situações que exigem uma atitude.

É o caso de várias pessoas que estão infelizes no relacionamento, no emprego ou até com o próprio corpo, mas não fazem nada para mudar. Motivo: imaginam que tomar uma atitude vai dar mais trabalho e ser mais doloroso do que ficar do jeito que se está.
Só que o problema tende a piorar. O comodismo pode ainda levar à depressão, ansiedade, distúrbios gastrointestinais, alergia e insônia.

Será que eu consigo mudar?

Começar pelo mais fácil é uma das formas de abandonar o comodismo e ser feliz. 

· Defina o que você quer mudar ou com o que não está satisfeita na sua vida. Escreva em um papel.

· Em seguida, trace passos concretos e possíveis para alcançar seus objetivos.

· Comemore cada passo dado. Sair da zona de conforto é como subir uma escada: devagar e sempre...

· Dê passos pequenos e constantes, sempre começando pelos mais fáceis. Não resolva nada de um dia para outro para não se desesperar e desistir.

· Saiba lidar com o desânimo, porque ele certamente vai bater à sua porta. Mas continue lutando no dia seguinte. Não desista facilmente.

· Se você não conseguir sair do primeiro passo, por mais que tenha tentado, procure ajuda. Pode ser um sinal de que você precisa consultar um psicólogo.

VEJA MAIS POSTAGENS

11 comentários

  1. É um risco que todos corremos o do comodismo!
    É sempre bom estarmos alertas. Principalmente nós mamães que somos um dos pilares da casa, se mãe não vai bem, a família inteira sente, e isso é perigoso!
    É sempre bom sermos lembradas que a vida foi feita para ser desbravada, que o comodismo não deve fazer parte dela.
    Bjs

    ResponderExcluir
  2. Para o ser humano em si as mudanças são dificeis, não é fácil sair da zona de conforto, mas vale a dica.
    beijos
    maede4princesas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  3. Muito interessante, porque na verdade o ser humano é um ser adaptável, e muito facilmente, então é questão de hábito. Ou o hábito de realmente fazer e acontecer, ou o hábito de esperar ser feito. É questão de foco e mudança de hábito.
    Bjs a todas!

    ResponderExcluir
  4. é isso ai bóraaaaaaaa sacudir o esqueleto e dar uma virada no q nao esta bom...
    ótemooooooooo
    bjus

    ResponderExcluir
  5. Adorei o post realmente estava me sentindo assim até que tomei uma atitude, beijos Karina http://kcamaeartesa.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  6. Oi Déia, super importante este texto, porque qualquer um está sujeito a se acomodar em alguma situação ao longo da vida. Gostei muito mesmo das dicas para vencer o comodismo, todas muito importantes eu só acrescentaria uma coisinha na lista: buscar fé e força em Deus.
    Um beijo amiga,
    Lauri

    ResponderExcluir
  7. Gostei da motivação. Eu estou em fase de mudanças! Beijos!

    ResponderExcluir
  8. Oi Andréia!
    Ótima reportagem. Precisamos estar em movimento, sair da zona de conforto.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  9. Ai Andréia ... se eu pudesse eu passava o dia inteiro na cama deitada e dormindo, até comer me cansa!

    Adorei até a forma que apresentou o post ... super dinâmica! Deu fôlego e vontade de ler =)

    Beijos, Má
    monmaternite.com

    ResponderExcluir
  10. Meninas eu confesso que estou preciando de um up srsrs, sinto que estou caindo na rotina.
    Preciso de um tempo pra mim, quero ir pra academia, dieta urgente.
    Mas igual a Marcella se eu pudesse ficava deitada o dia inteiro.

    ResponderExcluir
  11. Em meio tantas correrias em nossa vida, ainda achamos sempre um pouquinho de comodismo, creio que muitas coisas até acontecem sem percebemos e quando vemos, caímos no comodismo, excelente post, animo e fé pra mudar, começando nas pequenas coisas. Beijos
    Cléo

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!