Mamãe Chris Ferreira

Como economizar na compra do material escolar

quarta-feira, fevereiro 06, 2013Recanto das Mamães Blogueiras


Eu vi no Facebook uma frase engraçada, mas que, levando em consideração exagero da piada, é muito verdadeira para muitos: "eu sempre fui pobre, mas nesse mês eu estou de parabéns".

É que janeiro é um mês muito complicado para as nossas finanças pessoais: como se não bastasse o IPTU, o IPVA, as férias das crianças, ainda precisamos comprar o material escolar para os filhos. 

Com tantos gastos extras, o ideal é procurar soluções para ajudar a manter o orçamento da família em ordem. Como eu não sou lá muito boa nessa área, eu busco ajuda, dicas, sugestões e vou anotando o que deu certo. 
Um site legal e que tem dicas muito interessante é o Finanças Práticas (http://financaspraticas.com.br/), e foi lá que eu busquei algumas dicas, que eu já pratiquei e  aproveito para compartilhar com os amigos:

1.       Evite a pressa: é importante se preparar para a compra e olhar a lista com calma, sem querer resolver tudo para ontem;

Aqui vale bem aquele ditado "a pressa é inimiga da imperfeição". Sempre que vamos fazer qualquer compra com pressa corremos o sério risco de compar besteira, não observar o melhor preço, não negociar desconto, etc. Essa dica vale também para as compras de mês no supermercado.

2.       Reaproveite: podemos sempre reaproveitar materiais de um ano para o outro. Por isso, vale mobilizar toda a família e fazer uma boa busca em casa;

Antes de fazer a lista do que preciso comprar sempre verifico o que posso reaproveitar e até reciclar. Por exemplo:

- os caquinhos de gizes de cera podem se transformar em novos, coloridos e divertidos. Vejam AQUI a nossa reciclagem de giz de cera. 



- as folhas que sobraram nos cadernos se transformam em blocos de anotações para ficrem na cozinha, para eu levar para o trabalho, para desenhar, etc.

- as borrachas são lavadas e continuam em uso.

3.      Negocie com a escola: nem sempre aquilo que está na lista será usado imediatamente. Vale a pena checar com a escola quais itens podem ser comprados mais para frente ou no segundo semestre;

Aqui, além de negociar podemos sugerir a escola que adote ações sustentáveis como:

- troca de livros. A escola da minha filha estimula a troca de livros. As crianças levam para a escola os livros que estão em bom estado e que não serão mais utilizados. Assim outros podem utilizar o mesmo livro sem precisar comprar.

- varal de uniformes. Já vi uma escola que no início do ano monta um varal de uniformes onde os pais levam os uniformes que não cabem mais em seus filhos e que estão em condições de uso e deixa disponívelpara quem quiser aproveitar. Podendo assim pegar um uniforme que esteja em bom estado e que caiba no próprio filho.  

4.      Pesquise preços: o preço pode variar bastante de uma loja para outra. É importante pesquisar pela internet ou diretamente nas lojas, como preferir;

5.       Compre em grande quantidade: os preços para compras no atacado podem representar uma economia significativa. Vale juntar um grupo de amigos ou estocar em casa;

6.       Divida a lista: por mais que elas gostem, as crianças não devem participar da compra de todo o material. O ideal é dividir a lista entre itens para serem comprados sem elas e com elas, para que haja essa participação. Isso evita o stress e, consequentemente, mais gastos na hora das compras;

Na questão da escolha do material eu faço uma negociação: no ano em que elas reaproveitam a mochila, a lancheira e o estojo, elas podem escolher os cadernos. No ano em que escolhem mochila nova, perdem o direito de escolher os cadernos.

7.       Preserve-se: evite ir às lojas em horários de pico, pois, no tumulto, corremos o risco de perder o controle e gastar mais. Tente manter a calma e tenha paciência;

Às vezes fica difícil conciliar o horário do trabalho com o horário de baixo pico nas livrarias, mas vale o esforço. Eu já fiz essa comparação e realmente, na pressa e no desepero acabei comprando itens desnecessáios, paguei mais caros por ouros que não tive paciência de escolher e não negociei o pagamento porque estava louca para sair da loja.

8.       Limite o orçamento: antes de sair para as compras, estipule o quanto vai gastar e não fuja muito dessa quantia;

Essa dica é fundamental. Sem planejamento e limite vamos para a bancarrota.

9.       Diga não: quando estiver acompanhado dos filhos, não tenha medo de dizer não. O material escolar não deve ser visto como um prêmio para a criança, como se estudar fosse algo ruim. Utilize a oportunidade para dar os primeiros passos na educação financeira das crianças;

Eu acho extremamente importante estimularmos a empolgação com o início das aulas. Mas não precisamos do material mais caro para despertar o interesse pelo ano letivo que estar por vir. Podemos ressaltar as amizades, o conteúdo que será aprendido, as coisas novas que virão pela frente.

10.   Planeje-se: alguns itens, como mochilas, lancheiras e canetinhas podem ser comprados em outras épocas do ano, com preço muito menor. Programe-se!

Comprar o material escolar fora do início do ano faz toda a diferença. Esse ano eu comprei as mochilas no final de novembro, antes de entrar na fase de compras de Natal. Gente, foi muito mais barato do que os preços praticados em janeiro. 

11.   Atenção ao uniforme: leve apenas o necessário. Estamos no verão, portanto, seu filho não vai precisar agora de casacos e moletons, que são itens mais caros. Além disso, lembre-se: as crianças crescem depressa!

Mais pura verdade. Uma vez comprei a calça comprida do uniforme deinverno no início do ano e esta terminou o ano sem uso. Zeradinha, zeradinha. Nunca mais! Agora só compro quando chega o inverno e se ele chegar pra valer.

12.   Negocie descontos: observe as condições de pagamento, negocie descontos e prazos. Seu bolso agradece.

Eu faço uma reserva durante o ano para poder pagar o materia escolar à vista e assim negociar um desconto. Planejamento e organização é tudo! Ganho duas vezes: o jurinhos da poupança e o desconto da livraria. Ah, ainda negocio para me entregarem os livros emcapados com contact e sem custo adicional pelo serviço. Vale a pena tentar!


E vocês têm alguma dica para compartilhar? Venham dividir com a gente!





Beijos carinhosos e boas compras!
Chris Ferreira
                                                              @kitaferreira

Para obter mais dicas valiosas, visite www.financaspraticas.com.br

VEJA MAIS POSTAGENS

12 comentários

  1. Chris, achei ótimas as dicas, inclusive as de reaproveitamento de materiais... vou tentar reciclar os gizes do Daniel.
    Sorri sozinha com a frase...kkk eu estou super de parabéns este mês hahaha
    beijos

    ResponderExcluir
  2. É, tem horas que contar moedas faz diferença no orçamento familiar... E, sem vergonha, temos mesmo que pesquisar, buscar formas de economizar! É isso aí Chris! Saudades de vc. Estou em falta contigo e com esse recanto!!! Meninas, voltei!!!
    Grande beijo a todas
    Bia
    www.maedacabecaaospes.com.br

    ResponderExcluir
  3. Cris, maravilhosas dicas, acho que com as trigêmeas comprar em grande quantidade vai ser moleza rsrsrsrs, espero conseguir bons descontos é quase compra coletiva :)

    Bjs Desirée
    http://astrigemeasdemanaus.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Eu ainda estou começando a ter as primeiras experiencias... Não deixei que minha filha escolhesse todos os itens, mas ela quis escolher os cadernos e pastas.... Não resisti. vkk

    beiJUs
    http://feiffercereja.blogspot.com.br/2013/02/tudo-tem-um-porque.html

    ResponderExcluir
  5. Oii Chris, dicas valiosas, lembro bem como era difícil o conflito entre o agrado e a economia na hora de fazer as compras, porém qdo as crianças crescem as listas diminuem, e o drama passa ser os livros, esse ano daria p eu comprar uma geladeira de ultima geração com o que tive que gastar com os livros, pior é que mudam de um ano p o outro e a gente não consegue achar quem já tem p comprar mais barato! Bjooos

    ResponderExcluir
  6. Ai como é dificil esse momento. Eu também caia em tentação. Eu sempre guardava material de outro ano. Agora como professora dá até dó dos pais. As crianças perdem muito material e não se preocupam em procurar. Todo dia encontro dois, três, quatro lápis no chão, borracha, apontador. Eles apontam o lápis mil vezes e nem olham para ver se está bom. Caderno vira e mexe vejo arrancar folha. Vivo orientando para cuidar do material, que custa caro, mas eles não conhecem o valor e sabem que os pais vão comprar outro.
    Achei esse post super legal para ensinar a cuidar e economizar.
    Beijocas
    Cris Chabes

    ResponderExcluir
  7. amei as dicas e o site bem legal mesmo
    é isso ai temos que aprender a lidar com nossas
    situações, a cada dia
    linda tarde
    beijokas

    http://sermamaepelasegundavez.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  8. As dicas estão otimas... aqui graças a Deus Lucas tem um titio que tem uma livraria e eu sempre compro as coisas só com o preço de custo!

    Otima postagem... bjs

    ResponderExcluir
  9. Adorei as dicas Chris! Sempre quiz fazer esses gizes de cera derretidos, mas não tenho forminhas...
    Não esquece que nesse domingo, dia 10/02 é o dia da nossa super blogagem coletiva sobre alimentação saudável na infância! Dê a sua colaboração! Participe!
    Beijos!

    www.asosmamaenadia.com

    ResponderExcluir
  10. Boas dicas, a gente acaba esquecendo que com calma e um tanto de paciência temos mais chance de fazer a coisa certa.
    Eu comprei o tênis da Mi no final de novembro (dois nros. maiores... rs), e o material no primeiro dia útil do ano, qdo a turma ainda estava de ressaca.
    (Início. E fiz umas etiquetas para identificar o material que ela me disse que gostou mais do que o material. E fim do momento mãe boba)

    bju


    http://verdadesdemae.blogspot.com
    http://feitocomcarinhodemae.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Muito boas essas dicas. Vou lá no site buscar alguma dica pra economizar e viajar.
    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Olá adorei as dicas pena que não vi elas antes de comprar o material esse ano, mas pro ano que vem já vou estar mais preparada. O que eu fiz de certo foi comprar tudo nos ultimos dias do ano passado e levar o meu menino concerteza não foi uma boa idéia principalmente na hora da escolha da mochila, mas errar é humano e ano que vem vamos tentar economizar mais.

    Bjssssssssssssssssss, Dani Cardão.

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!