concurso de beleza infantil Mamãe Marcella

Pequenas Misses

quarta-feira, maio 14, 2014Mamãe de Salto por Marcella Stelle

Eu adoro o canal Home & Health. Adoro programa com temática familiar, principalmente se falam de filhos. Troca de esposas, Supernanny, Adolescentes Rebeldes, Não sabia que estava grávida (HÁ ... super me identifico) ... até Acumuladores!!! Agora tem um programa que gosto de assistir, mas que irrita a todos que estejam assistindo televisão junto comigo: Pequenas Misses.

Antes de assistir a esse programa, havia assistido o filme que A-DO-RO, Little Miss Sunshine (Pequena Miss Sunshine). Quem não assistiu super recomendo. Toda a história gira em torno da família que quer levar a filha caçula para participar de um concurso de beleza infantil, algo muito comum nos EUA.

Minha educação sempre foi muito “rígida” e digamos, em moldes mais tradicionais. Lembro-me muito bem que enquanto minhas amigas faziam mechas nos cabelos (umas até coloridas) eu pude fazer luzes nos cabelos aos 15 anos (sim, não tive festa, não debutei nem viajei para a Disney, ganhei as luzes); Fazer as unhas da mão foi com 13 e só cores clarinhas ... minhas amigas passavam rosa, preto, azul e eu renda!; Namorar?? Jamais ... no máximo ficar “paquerando” algum menino da escola, mas nada de dar o telefone para ele ligar; Telefone celular fui ganhar quando estava fazendo terceirão! Antes disso minha mãe me emprestava o dela se eu ia ao shopping; Falando em shopping, pude ir sozinha com minhas amigas com 16 anos.    

Na época ficava revoltada, brava, achava meus pais os piores pais do mundo!! “Eles não foram adolescentes!!” ... Todas as vezes que eu fazia algo errado, e minha mãe ficava triste, ela sempre dizia “Um dia você será mãe e vai entender isso que estou sentindo”...

Deus me abençoou com uma filha. Nunca pedi, nem sequer desejei, mas Ele me abençoou. Como já falei não foi fácil aceitar, entender, digerir a idéia da maternidade. Precisei somente aceitar. Esse bebê tinha pernas, braços, olhos, nariz, boca, orelha, cabelo, bumbum.

A partir desse momento, precisei começar a me preocupar com questões que, até então, jamais passariam pela minha cabeça. Como educar, criar, formar uma filha? Como tratar, chamar e pegar minha filha? Eu havia uma pedra preciosa, um diamante que somente eu poderia lapidar. Peço muito a Deus que me dê sabedoria para guiar Sophia no caminho correto.

Voltando ao programa “Pequenas Misses”. Quando vejo aquelas mães, pais, avós incentivando suas filhas/netas para que sejam “lindas e graciosas”, que “sorriam e acenem”, que tenham postura ereta e olhar fixo nos jurados, pois só assim conseguiram a coroa de miss, preciso me questionar: qual será o destino, o futuro dessas crianças?! Como pode uma mãe/pai exigir de uma criança menor de seis/sete anos que ela seja a mais bela, a mais bonita, a mais alegre, a melhor em tudo aquilo que é externo?! Qual será a solução para um desemprego do marido dessa mulher que quando tinha 5 anos foi eleita a menina mais bonita do estado?!


Será que estou me preocupando com o supérfluo ou o supérfluo faz a gente se preocupar com o que não deve? O que quero para a minha filha? Que valores quero “exigir” dela?

Beijos e comenta,

Marcella Stelle

VEJA MAIS POSTAGENS

7 comentários

  1. Alguém que odeia também...
    E quando passam produtos na pele para dar um bronzeado, nos dentes para clarear mais, ate uma especie de dentes postiços eu vi nesse programa por causa das janelinhas normal da idade..
    Crianças que muitas vezes não querem participar mais são forçados pelos pais..
    E quando umas começam a chorar porque perderam...
    Odeiooooooo esse programa, e isso deveria ser proibido, muitas dessas mães projetam seus sonhos nos filhos, e vão crescer adultos superficiais...

    ResponderExcluir
  2. não eu acho que você estar completamente certa
    acho que criança é criança e tudo tem seu tempo
    eu nem assisto
    e não deixaria minha filha participar
    Nanda
    beijokas
    Linda Tarde
    Sendo a mãe da Isa e da Gabi
    Google+Nanda

    ResponderExcluir
  3. Me dá um "tique" ver esse programa!
    E a pergunta que fica, quais os valores resultam disso?!
    "Mini adultos" pra que?! se a infância é tão boa a divertida?!
    Quem aqui não gostaria de voltar no tempo para essa época?!
    Pra que adiantar as coisas?!
    Bj Bj
    Pri Aitelli
    www.mamyantenada.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Oiiii Marcelle, que bacana a postagem, eu acho que essas garotinhas sofrem muito e acabam sendo obrigadas a realizarem um sonho que é muito mais da mãe do que delas mesmo! Eu fiz luzes com 13 anos escondido, kkk cheguei em casa loira, menti p dona do salão que minha mãe tinha deixado e ela acreditou, rsrsr bjosss

    ResponderExcluir
  5. Oi Marcelle, excelente o tema da sua postagem. Sabe, eu fico pensando... estamos lidando com crianças. é um programa bonitinho de se ver (quem não gosta de ver meninas lindas), deve render muito pra emissora, mas em cima de inocentes crianças. Eu penso na tristeza e no trauma das que perdem, no que uma garota que ganha vai levar pra vida... nossa vida é de perdas e ganhos, mas expor crianças a esse tipo de situação eu acho que deveria ser proibido.
    Querida, apesar de que pelo jeito você é uma mamãe bem nova, e não esperava por isso agora, você amadureceu muito e tem muita sabedoria ! Está de parabéns! Quanto a criação da filha, é um dia de cada vez, pedindo a Deus sabedoria, ouvindo as sugestões dos mais velhos e discernindo o que usar e o que não usar... e pensar sempre no bem dela! Continua que está no caminho certo! um beijo
    www.aprendendoasermaehoje.com

    ResponderExcluir
  6. Olá. Concordo plenamente com vc. Fico revoltada com o programa. Um dia que as crianças usavam até um tipo de dentadura para corrigir qualquer imperfeição nos dentes.
    entra la no meu blog. Bjs, Pri
    maesemfrescura.blogspot.com

    ResponderExcluir
  7. Concordo com você. Assisto , quando dá também esse programa, e vejo que os pais acustumam as meninas no meio competitivo em que muitas mães transfere o seus sonhos para sua filha que por ser pequenas e imaturas
    entende que tem obrigação de ganhar e se isso não acontece ficam muito tristes. Perde o sentido falar da boa competição. Beijos www.aprendendoasermar.blogspot.com.br

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!