dentes Mamãe Andréia

A guerra para escovar os dentes

terça-feira, maio 01, 2012Andreia Sales

 Fonte: Revista Pais e Filhos

Começar a rotina da higienização dental não tem que ser complicada, o truque é usar aqueles personagens que a criança adora em seu favor

Todo dia na hora de dormir é a mesma coisa – os pais perguntam ao filho: “Já foi ao banheiro?”, “Escovou os dentes?” O problema é quando a criança faz aquele rodeio para responder à segunda pergunta e os pais já percebem que a resposta é “não” e que a hora da escovação vai ser bem complicada.
Claro que a higiene da boca deve começar antes mesmo do nascimento dos dentes. A mãe, o pai ou a babá já pode limpar a gengiva do bebê com um dedal. Quando a criança já se habitua desde sempre a fazer a higiene bucal, ela não vai ter tanta resistência em aceitar depois a escova de dentes na boca, não vai encarar como um objeto estranho ou agressivo. Segundo o odontopediatra Daniel Korytnicki, um bom momento para começar é quando a criança está relaxada: “A hora do banho, quando geralmente a criança está feliz e brincando, pode ser um momento adequado para limpar sua boca”, afirma.

Por volta dos quatro anos, quando a criança já tiver idade suficiente para segurar a escova e fazer a higiene oral com a ajuda de um adulto, é hora de começar a incluir a escovação em sua rotina diária. Antes de tudo, crie um ambiente próprio para que ela se sinta à vontade quando for escovar os dentes, com um banquinho para que ela possa alcançar a pia, escova de dentes de seus personagens preferidos, tipo do Ben 10 ou do Cocoricó, uma toalha bonita, um copo divertido para fazer o bochecho…

Tudo isso cria o ambiente ideal para que o seu filho associe o momento de escovar os dentes a algo prazeroso. Tudo pronto? Invista então em um bom exemplo. Leve o seu filho quando você vai escovar os seus dentes. Explique para ele o que está fazendo em cada passo: colocando a pasta na escova, escovando os dentes, escovando a língua, fazendo o bochecho, usando o fio dental e o enxaguante bucal.
Depois de uma ou duas “aulas” já dá para convidar a criança a fazer a higiene bucal junto com os pais; um mostra como é e o outro vai ajudando a segurar a escova, a alcançar os dentes de trás… “Deixe a criança brincar com a escova. Não se preocupe se ela morde e destrói as cerdas em poucos dias. Depois da brincadeira, utilize uma escova diferente – e em boas condições – para higienizar os dentes dela”, ensina Korytnicki. E nada de creme dental quando ela estiver com a escova.

Quando for o adulto que estiver conduzindo a escova, paciência, porque provavelmente o primeiro ímpeto da criança vai ser o de devorar a pasta de dente. Tudo bem, é só colocar uma porção bem pequena sobre a escova, escolher uma pasta com um gosto agradável para o seu filho e, muito importante, nada de flúor! Depois de deixá-lo desbravar a pasta e a escova por uns minutos, é hora de botar ordem na casa e ir escovando os dentes da criança com a ajuda dela, seguindo aqueles passos básicos: primeiro coloca a pasta na escova, escova os lados dos dentes de maneira circular, faz o bochecho…

Esse foi meu recado de hoje.
Ainda continuo de férias, mas espero o seu carinho de sempre.

 

VEJA MAIS POSTAGENS

11 comentários

  1. Escovar os dentes da minha filhota de 1 ano e 3 meses não é fácil, mas estamos na luta! Tem que estar, não?

    ResponderExcluir
  2. Parece não ser tão difícil, mais cada caso é um caso.

    beijos.

    ResponderExcluir
  3. Oi Andréia!
    Escovar os dentes quando minha filha era pequena, por incrível que pareça, foi até mais fácil do que agora, pois ela vive querendo me "passar a perna" na hora que eu mando ela ir escovar os dentes...kkkk.
    Mas estamos sempre cuidando e de tempos em tempos a dentista liga pra irmos na consulta e ver se está tudo ok, fazer limpeza e aplicar fluor.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  4. Posso dizer que algumas vezes é fácil e divertido...em outras, cansativo e quase que impossível...mas vamos indo bem, eu diria...

    bj

    ResponderExcluir
  5. A Laura ceitava melhor a escovação, mas agora que está crescendo está com uma certa resistência a escovar os dentes de trás... Mas não desisto... hahaha

    Bjossss
    Carol

    ResponderExcluir
  6. Meninas obrigada pelo carinho.
    Por aqui o garotão está encarando como diversão e brincadeira.
    Passo com ele pela pia e ele logo já fala, dente ... dente ... dente ... Mas pra escovar mesmo é uma loucura.
    Bjks

    ResponderExcluir
  7. Andréia, quando começamos a escovar os dentes do Daniel com escova, a guerra foi grande por aqui... Todo dia era uma luta...
    Hoje, que ele já é maiorzinho está mais fácil, mesmo assim tem dia que ele não quer, aí falamos pra ele que se não escovar fica bichinho nos dentes, aí ele vai deixando...
    Gostei das dicas!
    beijos

    ResponderExcluir
  8. Minha filha simplesmente adooora!!
    Escoova quantas vezes for necessario e de boa, as vezes ate me lembra que tem que escovar os dentes quando esqueço..
    Ela quer sempre escovar sozinha mas escova mto mal sozinha. Entao vou escovando junto com ela e ensinado, um dia ela aprende!!

    ResponderExcluir
  9. Muito bom o tema abordado hoje, Andréia!
    Desde cedo eu deixei meus meninos mexerem e brincarem com a escova, e talvez por isso a hora da escovação nunca foi uma guerra por aqui...
    Bjos!

    ResponderExcluir
  10. Que post bacana, tenho certeza que foi esclarecedor para muitas mães, porque muitas crianças gostam de escovar os dentes e outras não.
    beijos
    maede4princesas.blogspot.com

    ResponderExcluir
  11. Olá Andréia esse momento era muito dificil lá em casa quando os meninos eram pequenos.
    Só depois que levei no dentista as coisas foram melhorando
    Todo ano ganho escovinhas do posto de saúde perto de casa e faço o horário da higiene com meus alunos para ver se estimula a escovação
    Beijocas
    Cris Chabes

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!