Êta flio!

quinta-feira, julho 26, 2012Michele Batista!

Oi meus amores!
E o inverno chegou!Como agir nesse frio?





As crianças e o tempo frio..

Redobrar a prevenção nos dias de Inverno é imprescindível quando se tem uma criança pequena.



Na maior parte do país, os meses de Janeiro e Fevereiro destacam-se pelas suas baixas temperaturas e pelos seus ventos agrestes. Durante este período, é assim natural que os pais tentem proporcionar às crianças o aconchego de um lar aquecido e de roupas mais quentinhas quando saem de casa.
Todavia, os pais não podem esquecer que quer em casa, quer na rua devem ter cuidados especiais de prevenção.

Fora de casa
As crianças muito pequeninas - bebês - , devido à imaturidade do seu organismo,  têm dificuldade em regular a sua temperatura. Assim, é conveniente que, até em casa, andem com um gorrinho de lã. As extremidades - mãos e pés - devem também ser devidamente protegidas com meias ou botinhas de lã e luvas.
Os melhores gorros são aqueles que protegem em simultâneo a cabeça e o pescoço. As crianças mais crescidas, devem ser protegidas da mesma forma, com um gorro, luvas e cachecol, para além de um agasalho - casaco, kispo, samarra, sobretudo - de fazenda ou material natural, visto os produtos de origem sintética gerarem transpiração.
É ainda conveniente que as crianças utilizem produtos que as protejam do cieiro. Quando as crianças são pequenas e se babam muito, a agressão provocada pelo frio gera muitas vezes crises muito graves de cieiro.
Para além destes cuidados essenciais, a criança deve vestir agasalhos que se possam despir facilmente, para que os possa retirar sempre que entre em casa ou outros locais abrigados.
O frio não faz mal para as crianças
por Redação Meia Fina



O inverno chegou e com ele a preocupação em relação à saúde das crianças.  Entretanto médicos ressaltam que não é preciso exagerar ao proteger os pequenos das temperaturas mais baixas. “É preciso ter bom senso, pois o frio não faz mal nenhum. É importante que a criança esteja habituada a todas as temperaturas a que será exposta. Frio e vento não trazem consigo vírus ou bactérias. Ambientes fechados e cheios de gente são os fatores que fazem aumentar consideravelmente a propagação de doenças”, esclarece Dr. Lauro Linhares, pediatra do Hospital Nossa Senhora das Graças.
A melhor maneira de evitar doenças no inverno é não ficar em lugares fechados e cheios de pessoas. Deixar a casa aberta e ventilada é importante para renovar o ar. “Ambientes arejados e ensolarados são sempre saudáveis”, observa o pediatra. Mas é preciso tomar cuidado com a exposição solar. “O sol de inverno é tão perigoso quanto o de verão, por isso, é muito importante o uso de protetores solares durante o ano todo”, lembra. E a velha história de “não tomar friagem” não é tão verdadeira assim. “Se a criança é habituada a mudanças bruscas de temperatura, ‘tomar friagem’ não causará danos à sua saúde”, afirma. 
As crianças são sempre muito ativas e a prática de exercícios aumenta a temperatura corporal, por isso, é necessário o uso de roupas adequadas. “Jogar futebol ou correr com casacos e calças de lã não tem a menor lógica. Não é incomum a criança muito agasalhada suar e criar uma baixa na sua resistência orgânica, devido a uma desarmonia entre a temperatura corporal e a do ar inspirado”, aponta Dr. Lauro. Isto não significa que a criança não deve usar agasalhos mais pesados durante o inverno, mas caso ela sinta calor, não é necessário que permaneça com muitas roupas de lã. “O uso exagerado de agasalhos trará seguramente crianças muito mais sensíveis a variações de temperatura”, observa.
Uma alimentação mais calórica e com líquidos quentes auxiliam no controle térmico da criança. “É preciso tomar cuidado apenas para que a criança não coma demais antes de deitar, para evitar riscos de vômitos com broncoaspiração”, salienta o especialista. Entretanto, alimentos e bebidas geladas não são proibidos nos dias mais frios. “Geralmente, consumimos estes alimentos para ‘nos refrescar’. Mas, não existe nenhuma restrição lógica ao consumo de alimentos frios ou gelados”, diz. 


Ambientes aquecidos

Para aquecer o quarto do bebê ou das crianças, os pais devem primeiro arejar o ambiente entre as 10h e 15h. “Depois deste horário, fechamos o quarto para aprisionar o ar ‘limpo e aquecido’ das horas mais quentes do dia”, explica Dr. Lauro Linhares. Ambientes não aquecidos não causam danos à saúde, mas caso seja necessário, um aquecedor pode ser ligado até no máximo às 21h. “Durante a noite a temperatura baixará gradativamente, e o bebê ou a criança não sentirão desconforto”, comenta.
O uso de aquecedores deve ser regulado, principalmente no quarto de crianças e bebês, pois o aquecimento resseca o ar. “Se a umidade relativa do ambiente chega a menos de 30%, acontece um aumento de secreções na criança, já que o organismo tenta umidificar melhor este ar”, conta o especialista. Este ar mais seco acaba dificultando a respiração e provocando desconforto respiratório. “Não é raro, bebês e crianças expostas a estas condições apresentarem falta de ar e ‘chio’ no peito, e necessitarem de internamento hospitalar ou inalações contínuas”, alerta.
O pediatra lembra que, em caso de aquecedores, é recomendado usar os do tipo radiadores de água ou óleo. “Os riscos de queimaduras aumentam consideravelmente entre bebês e crianças nesta época, principalmente por conta de queima de álcool no quarto e banheiros, por isso, essas prática devem ser totalmente abandonadas”, salienta.





Por outro lado,especialistas afirmam:







Os 10 mandamentos para proteger os pequenos das doenças de inverno, segundo reportagem publicada no jornal A Notícia, do Grupo RBS, no último dia 22 de junho. Dicas bem simples, mas muito úteis para cuidar bem dos nossos pimpolhos no frio.



10 mandamentos para proteger os pequenos do frio:


1 Se os pais estão resfriados ou gripados, devem lavar as mãos constantemente

2 Use álcool 70% ou em gel para higienizar as mãos
3 Esteja com as vacinas sempre em dia
4 Se a criança estiver com febre superior a 39º, gemendo e sem vontade de brincar, procure imediatamente
um médico para evitar complicações respiratórias
5 Crianças até seis meses devem mamar no peito. Isso reduz consideravelmente doenças respiratórias ou mais graves 
6 Crianças com mais de seis meses devem abusar de chás, sucos naturais e água. A hidratação é fundamental para manter a saúde
7 Se for possível, evite ambientes fechados
8 Evite sair com as crianças no sereno, principalmente se estiver com o cabelo molhado
9 Agasalhe bem as crianças com meias, luvas e toucas, que protegem as extremidades (cabeça, pés e mãos)
10 Ao limpar a casa, prefira os panos úmidos e aspiradores de pó. A vassoura levanta poeira, que prejudica ainda mais o sistema respiratório.


E aí,mamães? O que vcs acham? Aquecer demais,casa aberta,tudo fechadinho? Eis a questão!


 Reflita:







Michele Alves
Twitter: michele_batista
Quer um layout personalizado?
Encomende aqui,baratinho!
Beijos,amo vocês!


VEJA MAIS POSTAGENS

7 comentários

  1. Eu gosto da casa arejada e evito ambientes fechados e aglomerados. Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Oi Mi!
    Gostei dos textos. É necessário termos vários cuidados nessa época.
    Beijinhos.

    ResponderExcluir
  3. Eu era uma que adora inverno ... depois que Sophia nasceu ODEIO!

    Sophia passou o primeiro ano de vida com nariz escorrendo e muita tosse, no segundo foi menos e assim até agora!

    A escola dela é toda arejada, e aqui em casa não é diferente! Cuido muito com a ventos no ouvido, morro de medo!

    Adorei o texto!

    Beijos, Má
    monmaternite.com

    ResponderExcluir
  4. Super dicas!!! Mas quer saber? Nesse ponto sou feliz, aqui em Uberlândia o frio não vem com essa forca toda não!! UFA!!!
    beijos
    www.jeitinhos.blogspot.com

    ResponderExcluir
  5. Por favos, se tiver algo para o calor, poste tambem...
    hahahahahahah...
    Aqui nem sabemos o que é frio rs...
    Mas adorei as dicas...
    Bjão

    ResponderExcluir
  6. Oiii, o problema desse temp p minha filhota que já está grandinha, é que ela definitivamente não deixa de molhar os cabelos todos os dias, e não adianta falar, então nessa época é batata, gripe a vista! ótimo texto! Bjoooss

    ResponderExcluir

Obrigado por comentar, ficamos felizes!